Fábio Costa pega pênalti e deixa Vila Belmiro como herói

Como se estivesse prevendo que Fábio Costa seria a salvação do time no momento mais difícil, o torcedor gritou demoradamente o seu nome na entrada do time em campo na Vila Belmiro. E não errou. Ao defender o pênalti mal cobrado por Tadeu, aos 24 minutos do primeiro tempo, o goleiro mudou o curso de um jogo até então dominado pelo Figueirense.Graças a defesa do goleiro e capitão santista, o Santos venceu o time catarinense por 3 a 0 e vê a vaga para a Copa Sul-Americana cada vez mais perto. No entanto, incomodado com dores na coxa esquerda - deixou a cobrança de tiros de meta para Adaílton e fez alongamentos por várias vezes -, Fábio Costa teve pouco ânimo para comemorar mais uma atuação decisiva. "Defendi porque esperei um pouco para escolher o canto", explicou. "Mas o time todo está de parabéns", disse o goleiro, que neste sábado fez o seu segundo jogo após ficar de fora por 18 jogos, ou 95 dias, por causa de uma lesão muscular na coxa esquerda.Rodrigo Souto, maior destaque do jogo, acha que o Santos deu outra demonstração de amadurecimento ao reagir depois de ser dominado no início do primeiro tempo. "Acordamos tarde no jogo, mas felizmente não sofremos gol e aproveitamos as oportunidades que surgiram", disse o volante.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.