Fábio Costa: Reunião nesta quinta define

A permanência de Fábio Costa no Corinthians será decidida nesta quinta-feira à tarde, numa nova reunião entre o diretor de futebol da MSI, Paulo Angioni, e o procurador do goleiro, Antônio Amorim. Não será um encontro fácil.?Marcamos um encontro para quinta à tarde, mas vejo muita dificuldade nessa negociação?, disse o diretor da MSI. ?E não temos ainda um plano B caso o Fábio não aceite permanecer no clube.?O contrato do jogador termina dia 31 de dezembro. Fábio teve uma temporada razoável, começou mal, enfrentou problemas com o técnico Daniel Passarella, foi afastado, mas deu a volta por cima na reta final do torneio. Acha-se valorizado e quer dobrar seu salário, de R$ 80 mil para R$ 160 mil. ?Não é uma operação fácil, mas vamos tentar buscar um acerto?, disse Angioni.Até agora, Kia Joorabchian tem se mostrado frio nas negociações. E é essa a instrução dada por ele ao seu diretor. Fábio Costa espera um reconhecimento. Pelo mesmo salário ele não vai renovar com o Corinthians. Segundo seu empresário, ele tem ofertas do Japão e de Portugal.

Agencia Estado,

14 de dezembro de 2005 | 18h13

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.