Fábio Costa volta a treinar e vai jogar

O goleiro Fábio Costa voltou a treinar nesta sexta-feira com o Corinthians, em Águas de Lindóia (SP), após passar dois dias afastado tratando de assuntos particulares. Na quarta-feira, ele compareceu a uma audiência em Belo Horizonte (MG), para responder a um processo em que é acusado de ofender uma repórter mineira e agredir um auxiliar de cinegrafista. Na quinta, esteve em São Paulo para uma outra audiência. O tema é mantido em sigilo pela assessoria do clube. O jogador também não quis falar sobre o assunto. "Não é da tua conta", respondeu o goleiro, quando questionado sobre a audiência. "É assunto particular. Não diz respeito a você e nem a ninguém. Só a mim".Fábio Costa disse ainda que pensa em "tomar as medidas cabíveis" contra alguns órgãos de imprensa que, segundo ele, "divulgaram notícias sem fundamento". "Andaram falando aí que eu fui condenado por isso e por aquilo. Tudo notícia falsa! Antes de escrever, deveriam ter me procurado, ligado no meu telefone, para saber da veracidade das coisas", disse o goleiro.Na audiência de quarta-feira, a juíza Sonia Helena Tavares, do Juizado Especial de Belo Horizonte, determinou que Fábio pagasse R$ 10 mil a quatro instituições de caridade por ter sido considerado culpado no processo em que a repórter Ana Paula Damasceno, da TV Horizonte, movia contra ele por "ofensas morais", supostamente ocorridas após um jogo contra o Atlético Mineiro, em maio do ano passado.Com relação à audiência de quinta-feira, o tema, segundo membros da comissão corintiana, seria "algo relacionado a Santos". Procurado, o departamento jurídico do clube da Baixada disse não ter nenhuma audiência com Fábio Costa marcada para a última quinta-feira. O goleiro jura que não vai falar sobre o assunto.Apesar de ter perdido dois dias de treinos com a equipe, Fábio garante estar bem para a partida de domingo. "Não treinei aqui (em Águas de Lindóia), mas treinei em São Paulo. Estou bem."De olho em Roger - Roger não se importa de ser o único "galáctico" no meio de um bando de garotos. O meia sabe que, sem Carlitos Tevez e Carlos Alberto por perto, ele será de longe o jogador mais visado pelos zagueiros do Flamengo, domingo, em Mogi-Mirim (SP). "E estou pronto para isso. Gosto da cobrança", diz Roger.Com 27 anos, o meia é um dos mais experientes do elenco corintiano, ao lado de Fábio Costa (28) e Gustavo Nery (27). Ele tem conversado bastante com os jovens do elenco. "Estamos com muitos desfalques, mas é numa hora como essa que pode surgir um grande jogador aqui dentro, que poderá nos ajudar durante a temporada inteira."Roger deixou claro, no entanto, que o time precisa, sim, de reforços. "É bom que cheguem mais jogadores. Quanto mais gente, melhor". Questionado sobre a novela Vágner Love, Roger, bem-humorado, comentou: "É legal que fiquem falando sobre notícias de bastidores e me deixem jogando em paz. É bom pra mim".Ex-jogador do Fluminense, Roger lembrou que sempre gostou de atuar contra o Flamengo. "Mas hoje, por estar no Corinthians, minha vontade maior é de ganhar do Palmeiras". Roger vai ser o único armador no meio-de-campo titular, neste domingo. A seu lado, ele terá Rosinei pela direita e Gustavo Nery pela esquerda, ambos com função de marcação. Para a cabeça-de-área, o técnico Márcio Bittencourt ainda não se decidiu entre Wendel e Bruno Octávio. "Com relação ao Wendel, preciso de uma posição do departamento médico. Ele andou se queixando de dores no tornozelo esquerdo e precisamos ver como ele estará para o jogo", disse Márcio.Para o setor ofensivo, a dúvida do treinador é entre Abuda e Wilson. "É uma dúvida de ordem tática. Abuda e Wilson têm características diferentes. O Abuda é um homem de área, um centroavante. Já o Wilson é um segundo atacante, um jogador que se movimenta bastante e volta para buscar jogo no meio-de-campo", disse Márcio. O escolhido fará dupla com Jô.Na defesa, a novidade é a estréia do garoto Ronny, de 19 anos, na lateral esquerda. Ele entra no lugar de Coelho, suspenso. Com isso, Edson sai da esquerda e volta a sua posição de origem, na direita. No total, são nove desfalques para o jogo: Sebá, Coelho, Marcelo Mattos, Fabrício, Carlos Alberto, Hugo, Gil, Tevez e Bobô. "Mas temos um grupo de qualidade, cheio de meninos que já têm uma boa experiência, que conquistaram duas Copas São Paulo de juniores e já atuaram várias vezes pelos profissionais", disse Márcio.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.