Fábio diz que defesa forte é uma das armas do Cruzeiro

A campanha perfeita do Cruzeiro no Campeonato Mineiro deve-se, em parte, ao bom rendimento da defesa. A equipe venceu os dois jogos que disputou na competição, contra Caldense e Villa Nova e ainda não sofreu gols, assim como aconteceu no amistoso com o Uberlândia. Satisfeito, o goleiro Fábio lembrou que o setor defensivo também teve bom desempenho em 2010, sendo o menos vazado do último Campeonato Brasileiro.

AE, Agência Estado

08 de fevereiro de 2011 | 16h08

"Ano passado fomos muito felizes em termos defensivos, com um equilíbrio muito bom. Se tivermos a consciência de defender e evitar o gol ao máximo, com certeza estaremos mais próximos de conseguir a vitória, como foi ano passado, e isso nos proporcionou brigar pelo título", disse.

Apesar de ainda não ter sido vazado em 2011, Fábio garante que a situação não lhe pressiona por saber que é impossível manter essa marca por muito tempo. "Glória a Deus por não ter sofrido gols, mas sei que a cada jogo se torna mais difícil. A intensidade de oportunidades que as equipes adversárias criam vai dificultando para que eu possa fazer todas as defesas, mas graças a Deus esse começo está legal", comentou.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.