Fábio elogia Mano e prevê 2016 promissor para o Cruzeiro

Faltando apenas duas rodadas para o fim do Brasileirão, times, jogadores e comissões técnicas já começam a fazer uma avaliação geral da temporada 2015. E, no Cruzeiro, o capitão Fábio se antecipou para aprovar o desempenho do técnico Mano Menezes. O goleiro aposta que, com a sequência do trabalho do treinador, o time mineiro terá um ano promissor.

Estadão Conteúdo

24 de novembro de 2015 | 15h09

"Temos a concretização de um trabalho bem feito e com pouco tempo. O Mano está há pouco tempo com a gente e fazendo um trabalho bom, concreto. Isso dá um gosto bom para a gente pensar em 2016", afirma o goleiro, se referindo à chegada de Mano ao clube, no início de setembro.

Fábio acredita que o Cruzeiro poderia ter ido melhor neste Brasileirão - ocupa o oitavo lugar da tabela - se Mano tivesse chegado ao clube mais cedo. "Fica a angústia de não ter feito um primeiro turno bom. Se tivesse feito, a gente teria mais possibilidade de brigar pelo G4."

O goleiro, contudo, evita lamentar a irregularidade da equipe na temporada. "Temos de tirar lições. Dentro do Brasileiro tem de ter equipe equilibrada desde o começo da competição. Se não, fica difícil almejar título. Tivemos começo difícil, somamos poucos pontos e isso complica para subir na tabela."

"E nas outras competições precisamos focar ainda mais. Tínhamos grande possibilidade de brigar pelo título do Brasileiro e da Libertadores. Certos detalhes foram cruciais para a gente não conseguir. Temos de tirar de parâmetro para ter um 2016 diferente e voltar a brigar por títulos", projetou.

Tudo o que sabemos sobre:
futebolCruzeiroFábio

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.