Informação para você ler, ouvir, assistir, dialogar e compartilhar!
Tenha acesso ilimitado
por R$0,30/dia!
(no plano anual de R$ 99,90)
R$ 0,30/DIA ASSINAR
No plano anual de R$ 99,90

Fábio Jr. marca na vitória do Atlético-MG

Numa partida muito travada, o Atlético-MG venceu o Bahia, por 1 a 0, neste domingo, no Mineirão, pela 28ª rodada do Campeonato Brasileiro. O único gol do jogo foi marcado por Fábio Júnior. É a primeira vitória do time mineiro no returno da competição. Já o Bahia permanece com 28 pontos. Na próxima rodada, o Atlético enfrenta o Coritiba, no Paraná, e os baianos recebem o Paraná, em Salvador. A equipe alvinegra entrou para a partida contra o tricolor baiano querendo espantar a crise e pressionada por ainda não ter vencido no returno do Brasileiro. Precisando da vitória, para não se afastar muito das primeiras colocações, o Atlético impôs forte marcação no início do jogo sobre o time do Bahia, que se viu obrigado a se fechar na defesa. Apesar do aparente domínio territorial, os mineiros, sem criatividade, não conseguiam chegar com perigo ao gol do adversário, que aproveitava para armar seus contra-ataques nos erros atleticanos. Num primeiro tempo muito lento, com o jogo travado no meio-campo, o Atlético apenas conseguiu chegar ao gol depois de uma bobeira da defesa baiana. Aos 41 minutos, o lateral Cicinho desceu pela direita e cruzou para a área. Lúcio Flávio completou o cruzamento, mas a bola bateu na zaga e sobrou para Fábio Júnior que, sozinho, chutou rasteiro e fez 1 a 0 para o Atlético. Foi o sétimo gol do atacante no Brasileiro que, mesmo marcando, saiu para o intervalo vaiado por parte da torcida atleticana. ?Tenho que me preocupar com o que está acontecendo dentro de campo. E nada melhor do que fazer gols para calar as vaias de alguns torcedores insatisfeitos", disse o jogador, que não comemorou seu gol junto à torcida. No segundo tempo, as duas equipes voltaram com mais disposição. O Atlético buscava ampliar o marcador com as jogadas em velocidade de Cicinho pela lateral-direita, que acionava bem os atacantes Fábio Júnior e Kim. Mais ofensivos, os baianos também deixaram de jogar apenas pensando em se defender e partiram para o ataque com os volantes encostando mais nos jogadores de frente. E aos 22 minutos, Didi quase empatou a partida. O atacante foi lançado pela esquerda, driblou o marcador e acertou a trave do goleiro Velloso. Com as subidas ao ataque, o Bahia abriu espaços para os contra-ataques atleticanos. Em pelo menos duas oportunidades os atacantes do Atlético aparecerem na frente do gol com chances de definir a partida. Mas, com as boas intervenções do goleiro Emerson, o jogo terminou com a vitória do Atlético por 1 a 0 sobre o Bahia. ?Temos que melhorar muito ainda se quisermos alguma coisa na competição. Mas valeu pela vitória", destacou o volante Ferrugem, que enfrentou o Bahia improvisado na zaga.

Agencia Estado,

24 de agosto de 2003 | 20h31

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.