Maurício Farias/Cruzeiro
Maurício Farias/Cruzeiro

Fábio quer Cruzeiro atento e ressalta peso da primeira partida da final

Goleiro quer que cruzeirenses pensem jogo a jogo para evitar precipitações

Estadão Conteúdo

05 de setembro de 2017 | 20h22

O Cruzeiro terá a oportunidade de decidir o título da Copa do Brasil em casa, mas o goleiro Fábio cobrou o máximo de atenção de seus companheiros na partida de ida diante do Flamengo. Para ele, o comportamento da equipe nesta quinta-feira, no Maracanã, pode definir o destino do troféu da competição.

"É super importante esta primeira partida, não temos que pensar no jogo da volta, mas sim focar neste 90 minutos que vamos ter para fazer um jogo equilibrado, bem jogado em todos os aspectos, para que a gente possa sobressair e ser melhor que nosso adversário. Na sequência, sim, temos praticamente 20 dias para trabalhar a equipe, focar no Brasileiro e pensar na segunda partida", declarou nesta terça-feira.

Para o duelo desta quinta, o Cruzeiro tem a seu favor o número de desfalques. Enquanto o Flamengo não contará com nomes de peso, como Guerrero, Vizeu, Everton Ribeiro, Diego Alves e Geuvânio, o time mineiro tem à disposição quase todo o elenco, com exceção dos zagueiros Manoel e Dedé e do atacante Sassá. Arrascaeta e Ezequiel, que preocupavam por problemas físicos, se recuperaram e estarão à disposição.

"Nesse momento tão decisivo, a equipe vem praticamente com todos os jogadores à disposição. Vamos ter a ausência apenas do Dedé, do Manuel. O Arrascaeta e o Ezequiel retornaram, então favorece muito o trabalho do grupo e fortalece o que o Mano (Menezes) pode almejar nesta primeira partida. Tendo estas peças de qualidade, pode montar a equipe com várias situações que sejam ideais", disse.

Diante deste cenário positivo, Fábio exaltou o otimismo dos jogadores celestes para o confronto. Mais do que isso, o experiente goleiro de 36 anos prometeu empenho máximo para conquistar o título nacional. "A gente vai deixar tudo dentro de campo para alcançar nosso objetivo."

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.