Fábio Santos pode ter chance no São Paulo

O novo xodó da diretoria são-paulina atende pelo nome de Fábio Santos. O jovem de 18 anos, que atua tanto na lateral-esquerda quanto na meia, é considerado uma das principais revelações do clube e vem sendo cuidadosamente trabalhado. Assim que chegou ao São Paulo, o técnico Cuca recebeu excelentes indicações do atleta e passou a olhá-lo com atenção. Ficou impressionado com sua versatilidade e resolveu escalá-lo entre os titulares, apesar das várias contratações feitas para a temporada. Fábio deverá iniciar o jogo de domingo, contra a Portuguesa Santista, no lugar de Danilo.Promovido no ano passado ao profissional, Fábio, que recebia cerca de R$ 1.500,00, passou a ganhar aproximadamente R$ 5,5 mil mensais. Em pouco tempo, começou a destacar-se. Roberto Rojas lhe deu algumas chances e, no início de 2004, o lateral voltou para os juniores para disputar a Copa São Paulo. Foi bem e retornou à equipe principal. Agora, a preocupação dos dirigentes é com sua cabeça. Temem que a mudança de vida mexa com seu lado psicológico e, por isso, mantêm conversas freqüentes. "O pessoal do São Paulo me alerta para que eu não tire os pés do chão. Sei que, assim como as oportunidades aparecem, a responsabilidade também cresce."Os mais empolgados no Morumbi chegam a compará-lo a Kaká e vislumbram futuro brilhante. "Eu me espelho no Kaká, espero ter um futuro como o dele." Ainda é cedo demais, porém, para qualquer tipo de comparação. Fábio Santos tem qualidade e pode evoluir, mas hoje é só uma boa promessa.O são-paulino tem grande vantagem, por exemplo, em relação a Diego Tardelli, que, apesar de jovem e talentoso, não tem maturidade suficiente para defender uma equipe profissional. Fábio mora com a família na capital, gosta de levar uma vida tranqüila, não se entusiasma com noitadas e sempre mostrou dedicação aos treinamentos. O lateral, que jogará na meia domingo, iniciou faculdade de educação física, mas teve de interrompê-la por causa do futebol.Chuva - Cuca foi obrigado a interromper o treino na metade, nesta sexta-feira, por causa da tempestade em São Paulo. O treinador confirmou que o zagueiro Rodrigo ganhou a vaga de Diego Lugano.

Agencia Estado,

30 de janeiro de 2004 | 19h52

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.