Fábio Santos revela que pediu para bater o pênalti

Segundo reserva da lateral esquerda do Corinthians até uma semana atrás, nem Fábio Santos acreditava que, neste domingo, poderia deixar o Pacaembu como herói da vitória corintiana no clássico contra o Santos. O lateral abriu o placar com um golaço de falta e depois fez o segundo gol também, de pênalti.

AE, Agência Estado

20 de fevereiro de 2011 | 19h06

Quando foi lançado no São Paulo, ele chegou a atuar no meio-campo. Também atuou por ali na época de seleção brasileira sub-20, sendo responsável muitas vezes pela cobrança de bola parada no ataque, mas nunca havia marcado dois gols em um jogo. Neste domingo, aproveitou-se da ausência de Chicão e Roberto Carlos para pegar a bola e cobrar a falta que abriu o placar no Pacaembu.

"É difícil um lateral fazer dois gols em uma partida. É a primeira vez que isso acontece na minha carreira. Estou muito feliz pela vitória e por essa surpresa dos dois gols", comentou o jogador, que revelou que pediu para bater o pênalti que voltou a colocar o Corinthians na frente do marcado: "Eu pedi para bater o pênalti, estava confiante, graças a Deus deu tudo certo".

Autor do terceiro gol, encobrindo Rafael, o atacante Liedson preferiu elogiar a postura do time. "Eu acho que a jogada foi bonita. Soubemos jogar quando tínhamos que jogar. Foi merecido, o elenco está de parabéns", disse o luso-brasileiro. "Mérito de todos, também dessa torcida que nos apoiou o tempo todo", finalizou.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.