Bruno Cantini/Atlético
Bruno Cantini/Atlético

Fábio Santos volta a treinar no Atlético-MG e deve enfrentar o Botafogo

Lateral-esquerdo sofre uma entorse no tornozelo esquerdo na vitória por 2 a 0 sobre o Paraná, em 25 de julho, pela 15ª rodada do Brasileirão

Estadão Conteúdo

16 Agosto 2018 | 19h58

O lateral-esquerdo Fábio Santos foi a principal novidade no treino do Atlético Mineiro nesta quinta-feira. O jogador realizou a primeira atividade com o restante do elenco desde que sofreu uma entorse no tornozelo esquerdo e é provável que volte ao time no duelo contra o Botafogo no domingo, às 16h, no estádio do Engenhão, pela 19ª rodada do Campeonato Brasileiro.

O técnico Thiago Larghi comandou uma atividade tática e colocou o atleta de volta entre os titulares na vaga do jovem Carlos Gabriel, o Hulk. Fábio Santos se machucou na vitória por 2 a 0 sobre o Paraná, em 25 de julho, pela 15ª rodada do Brasileirão.

Fábio Santos deixou a parte final do trabalho, mas, de acordo com a assessoria de imprensa, foi conforme programação estabelecida. Hulk concedeu entrevista nesta quinta-feira e disse que estava feliz pelo retorno do companheiro de equipe. "Estou torcendo pela volta dele. O Fábio é um espelho para mim. Espero que volte o quanto antes", afirmou.

Outra novidade na equipe será a entrada de Matheus Galdezani na vaga de Elias, suspenso pelo terceiro cartão amarelo. Fora isso, os quatro jogadores do meio para frente devem ser os mesmos da vitória sobre o Santos por 3 a 1, em casa, no último domingo: Nathan, Cazares e Yimmi Chará, com Ricardo Oliveira de centroavante.

Hulk destacou especialmente o futebol de Cazares. "É um gênio da bola. Ele mata a bola como poucos, bate na bola como poucos. Esperamos contar muito com ele nessa sequência do Brasileiro", disse o jovem de 20 anos.

O Atlético é o quinto colocado na tabela do Brasileirão com 30 pontos e está a oito de distância do líder São Paulo. A tendência é que Larghi mande o time a campo com: Victor; Emerson, Leonardo Silva, Maidana e Fábio Santos; Zé Welison, Matheus Galdezani, Nathan, Cazares e Yimmi Chará; Ricardo Oliveira.

 

 

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.