Fábio Simplício briga por espaço

A contratação do meia Leonardo, ex-Milan, criou uma disputa no meio-de-campo do São Paulo. Com exceção do meia Carlos Miguel, que deve continuar com seu lugar garantido na equipe, os volante Alexandre, Douglas e Fábio Simplício "brigam" para se manterem no time no segundo semestre. Dos três, Fábio Simplício está em melhor situação depois das duas vitórias da equipe paulista sobre o Sport Recife, na primeira fase da Copa dos Campeões. Atuando em nova função, mais próximo da área adversária, ele marcou dois gols - um em cada partida - e está agradando ao técnico Nelsinho Baptista. "Vai ser difícil, mas espero manter essa média e marcar mais um contra o Coritiba", diz Fábio Simplício, de 21 anos. Com a chegada de Nelsinho, Simplício ganhou a função de meia, ajudando tanto na marcação como no apoio. O treinador explica que dentro do seu esquema, ele precisava de um jogador para dar combate na saída do adversário da sua defesa. Por isso, conversando com o auxiliar Milton Cruz chegou à conclusão que a função poderia ser muito bem executada por Simplício. "O Milton me conhece desde os juniores. Nessa época eu jogava também de meia e fazia gols. Por isso, não tive problema em me adaptar no esquema do professor Nelsinho." O treinador acha fundamental a presença de Simplício principalmente nesta partida contra o Coritiba. O adversário vai adotar o esquema 3-5-2. Com isso, Fábio Simplício e França terão como preocupação a movimentação para fugir da marcação dos três zagueiros. Caberá, então, a Simplício evitar que os alas do adversário tenham liberdade para apoiar o ataque. "Se surgir uma oportunidade estarei na área para tentar meu gol", diz o meia, que considera fundamental uma vitória na primeira partida para desestruturar o adversário. "Abrindo uma vantagem no primeiro jogo, vamos obrigar o adversário a mudar sua maneira de jogar, como fizemos contra o Sport. Por isso, nada de querer deixar tudo para a segunda partida. Temos de entrar para decidir logo", ressalta Simplício, que fez 52 jogos na equipe, 20 dos quais nesta temporada e marcou no total sete gols.

Agencia Estado,

29 de junho de 2001 | 16h46

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.