Juan Carlos Cárdenas/EFE
Juan Carlos Cárdenas/EFE

Fabregas admite que não esperava enfrentar os EUA

Meio-campista reconhece que estava esperando pela seleção italiana ou até mesmo a egípcia

EFE

23 de junho de 2009 | 12h33

BLOEMFONTEIN - O meia Cesc Fabregas apontou a seleção dos Estados Unidos como surpresa da Copa das Confederações e reconheceu que a Espanha não esperava encontrar os americanos na semifinal.

Veja também:

Copa das Confederações 2009 - tabela Classificação

Copa das Confederações 2009 - lista Calendário

especial Dê seu palpite no Bolão Vip do Limão

"Os EUA são a surpresa do campeonato. Estávamos prontos para jogar contra Egito ou Itália, mas os americanos tiveram sucesso em um grupo muito difícil. É preciso ter respeito", afirmou.

A seleção treinada por Bob Bradley chegou à última rodada da primeira fase na lanterna do Grupo B, mas venceu o Egito por 3 a 0 e garantiu a segunda vaga pelo saldo de gols.

Para Fabregas, o confronto contra os americanos será perigoso. "Será uma partida-armadilha. Todos pensam que venceremos com facilidade, mas uma equipe bem postada pode te complicar", concluiu.

Espanha e EUA se enfrentarão nesta quarta, em Bloemfontein, por uma vaga na decisão da Copa das Confederações. Quem vencer, vai encarar Brasil ou África do Sul, que duelarão na quinta.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.