Fabregas é denunciado e pode ser punido por cusparada

O meio-campista espanhol Cesc Fabregas, um dos destaques do Arsenal, foi acusado nesta sexta-feira de ter cuspido em membro da comissão técnica do Hull City, após partida entre as duas equipes, no dia 17 de março, em uma partida da Copa da Inglaterra.

AE-AP, Agencia Estado

24 de abril de 2009 | 10h43

O jogador, de 21 anos, pode ser suspenso pela Federação Inglesa (FA) ou pagar uma multa pelo incidente. Fabregas não participou daquela partida, em que o Arsenal venceu por 2 a 1, mas - segundo a acusação - cuspiu no auxiliar técnico Brian Horton no túnel após o jogo

Além da acusação pela cusparada, Fabregas responderá por ter entrado no campo de jogo durante uma confusão após o jogo, quando atletas e comissão Hull City reclamavam do gol de William Gallas, nos acréscimos. O zagueiro estava em posição duvidosa.

O técnico do Hull, Phil Brown, que diz ter testemunhado a cusparada, também será julgado por suas declarações à imprensa depois da partida; ele criticou severamente o árbitro Mike Riley.

Desde o incidente, Fabregas nega categoricamente que tenha cuspido em Brian Horton. Ele e Phil Brown têm até o dia 12 de maio para responder às acusações.

Tudo o que sabemos sobre:
futebolInglaterraArsenalFabregas

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.