Fabregas está de olho em estreia na Liga após fim da greve

Cesc Fabregas está ansioso para estrear na Liga pelo Barcelona, agora que uma greve por salários não pagos a jogadores foi resolvida e a temporada pode ser retomada.

IAIN ROGERS, REUTERS

26 de agosto de 2011 | 11h53

O meio-campista espanhol, que voltou ao seu clube de juventude após oito anos na Premier League inglesa com o Arsenal, tem a chance de fazer sua primeira aparição na liga no Nou Camp na segunda-feira, quando os campeões receberão o Villareal.

Eles deveriam ter começado a defesa de seu título em Málaga no fim de semana passado, mas o sindicato dos jogadores (AFE) convocou uma greve para obrigar a liga de futebol (LFP) a desembolsar mais dinheiro para cobrir os salários não pagos pelos clubes em dificuldades financeiras.

Os dois lados finalmente chegaram a um acordo na quinta-feira, o que significa que a segunda rodada de jogos pode começar no sábado, com o Sporting Gijon e o Real Sociedad. As partidas da primeira rodada serão em janeiro.

"Nós só queremos que tudo entre no ritmo para que possamos voltar a jogar", disse Fabregas, de 24 anos, em uma coletiva de imprensa antes do confronto com o Porto em Mônaco na sexta-feira pela Super Copa da Europa.

Muita atenção também foi dada a uma briga feia que marcou a vitória do Barça na Super Copa espanhola sobre o Real Madrid neste mês, o primeiro troféu de Fabregas com os gigantes catalães, ele acrescentou.

"Houve muita falação", disse. "O assunto já acabou."

Além de Fabregas, o treinador Pep Guardiola colocou o chileno Alex Sanchez em sua equipe, enquanto os campeões europeus tentam igualar um recorde do clube com o quarto título consecutivo doméstico.

Tudo o que sabemos sobre:
FUTFABREGASLIGA*

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.