Vinnicius Silva/Cruzeiro
Vinnicius Silva/Cruzeiro

Fabrício Bruno comemora volta ao Cruzeiro: 'Ganhei mais experiência'

Zagueiro ficou duas duas temporadas na Chapecoense e agora será aproveitado por Mano

Redação, Estadão Conteúdo

15 Janeiro 2019 | 19h21

Sem Manoel, que deve se transferir para o Corinthians, a diretoria do Cruzeiro apresentou nesta terça-feira o zagueiro Fabrício Bruno, de volta ao clube após duas temporadas na Chapecoense.

"O Fabrício não requer nenhuma apresentação. Jogador que foi formado no Cruzeiro, desde 2013, está retornando devido à saída do Manoel. Havia necessidade de reposição, ficamos felizes com o retorno. Agora estamos com três zagueiros que foram formados no clube, Murilo, Cacá e Fabrício. Desejo sucesso, como teve anteriormente, foi difícil realmente tirá-lo de lá, a torcida gostava muito", declarou Marcelo Djian, diretor de futebol.

Fabrício Bruno, de 22 anos, agradeceu as palavras do dirigente e fez questão de destacar sua paixão pelo clube, em entrevista coletiva na Toca da Raposa II. "Extremamente feliz com o retorno. Voltar a minha casa, sem dúvida o Cruzeiro sempre foi e pretendo que seja minha moradia por um bom tempo", disse o zagueiro, que disputou oito jogos e fez um gol em sua primeira passagem pelo time.

Fabrício relembrou sua trajetória pela Chapecoense. "Passei por muitas coisas boas em Chapecó. Foi ótimo para pegar experiência. Acho que com a Chapecoense aprendi muito, quando saí daqui era um pouco jovem. Lá amadureci muito no posicionamento, bola aérea, postura de jogo. Isso valeu muito para mim. Disputei diversos campeonatos, duas Libertadores, e ano passado tive uma lesão séria, mas consegui recuperar bem."

Fabrício Bruno também falou sobre o elenco experiente do Cruzeiro. Para o defensor, o principal foi ter mantido a base campeã de duas Copas do Brasil e do Campeonato Mineiro do ano passado.

"O elenco está bem servido em todas as posições. Mais importante é que a base que o Cruzeiro tinha foi mantida, serve para o entrosamento e para fazer uma temporada brilhante. Com certeza, o Cruzeiro está no patamar de cima, sempre vai brigar por título."

 

 

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.