Alexandre Lops/Divulgação
Alexandre Lops/Divulgação

Fabrício ofende torcida, é expulso e 'se despede' em vitória do Inter

Lateral perde o controle depois de ser vaiado pela torcida

Estadão Conteúdo

01 de abril de 2015 | 21h37

O Beira-Rio viveu um dia pouco usual nesta quarta-feira. Criticado pela torcida, o lateral-esquerdo Fabrício desistiu de um lance perto da linha lateral e se dirigiu às arquibancadas mostrando os dedos médios das duas mãos aos torcedores, enquanto a bola ainda rolava. Expulso, jogou a camisa do Inter no chão. Sem ele, a equipe venceu o Ypiranga por 1 a 0, em jogo adiado do Campeonato Gaúcho.

O zagueiro Juan bem que tentou, mas não conseguiu evitar que Fabrício tirasse a camisa. Cercado de companheiros, seguiu esbravejando, descontrolado. Retirado de campo, o lateral ainda falou claramente, apontando para toda a arquibancada: "Vai todo mundo tomar no c...". Depois, disse repetidas vezes que ia embora do clube.

A situação só não ficou ainda mais tensa no beira-rio porque, cinco minutos depois, aos 24 do segundo tempo, o Inter conseguiu um pênalti quando Nilmar foi derrubado na área. D''Alessandro bateu, converteu, e foi até o banco de reservas para abraçar Alex. No primeiro tempo, Anderson, pelo Inter, e o ex-corintiano Otacílio Neto, pelo Ypiranga, se estranharam e foram expulsos.

Com a vitória, o Inter assumiu a liderança do Campeonato Gaúcho, com 31 pontos, passando o Grêmio, que tem 29. Assim, a equipe colorada chega à última rodada, domingo, em vantagem para ficar com o primeiro lugar da fase de classificação.

Tudo o que sabemos sobre:
futebolInterCampeonato Gaúcho

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.