Divulgação
Divulgação

Fabrício pede desculpas ao Inter em chegada ao Cruzeiro

Lateral deixou o Colorado depois de um ataque contra a torcida

Estadão Conteúdo

09 de abril de 2015 | 18h45

O evento era do Cruzeiro, mas o primeiro time a ser citado na apresentação oficial do lateral Fabrício foi o Internacional. Depois da saída tumultuada da equipe gaúcha, o jogador fez um pronunciamento no início de sua apresentação no clube mineiro, nesta quinta-feira, ao lado do gerente de futebol, Valdir Barbosa.

Fabrício pediu desculpas ao seu clube anterior e fez questão de destacar os bons resultados obtidos com a camisa do Inter. "Quero pedir desculpas ao presidente do Internacional, jogadores e comissão técnica pelo fato que aconteceu e que não podia ter acontecido. Só eu sei o que estou passando e quero agradecer os quatro anos e poucos que joguei no Internacional, os títulos", declarou.

"O Inter me deu tudo e nunca atrasou salário. Me dava muito bem com os companheiros, mas já estava empurrando com a torcida. Não podia ter acontecido aquilo mesmo, mas quero pedir desculpa à instituição colorada", afirmou o lateral, que negou ter sido vítima de racismo na partida que acabou decretando sua saída do Inter. "Sobre a injúria racial que estão falando, nunca aconteceu isso. Meu problema foi com a torcida mesmo, não houve nenhuma injúria racial."

Fabrício foi dispensado pelo Inter na semana passada em razão da sua reação diante de críticas da torcida, durante o jogo contra o Ypiranga, em rodada do Campeonato Gaúcho. Ele se descontrolou ao perder um lance próximo à linha lateral e se dirigiu às arquibancadas mostrando os dedos médios das duas mãos aos torcedores, enquanto a bola ainda rolava.

Por causa da ofensa, o lateral foi expulso pela arbitragem. Cercado de companheiros, seguiu esbravejando, descontrolado. Retirado de campo, o lateral ainda ofendeu a torcida e disse repetidas vezes que ia embora do clube. E só deixou o gramado escoltado por seguranças.

Após ser dispensado, Fabrício foi cobiçado por outros clubes e acabou assinando com o Cruzeiro por empréstimo até o meio do próximo ano. Na mesma velocidade em que chegou ao acerto, o jogador foi inscrito no Boletim Informativo Diário da CBF, garantindo sua inscrição no Campeonato Mineiro.

Em forma, ele poderá fazer sua estreia logo no clássico com o Atlético, domingo, no Independência. Será o jogo de ida das semifinais do Estadual. "Estou à disposição do [técnico] Marcelo Oliveira. Cheguei ontem [quarta], fiz mais alguns exames hoje de manhã e estava atuando lá no Inter. Se o treinador me levar para o jogo, quero ajudar. Se tiver oportunidade de fazer o gol, ficarei feliz, mas o mais importante é vencer a partida. É um clássico e todo mundo gosta de jogar", declarou o lateral.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.