Fabrício vê confiança ressurgir após empate são-paulino

Jogador voltou a ser titular após mais de três meses e viu renascer sua confiança no clube

AE, Agência Estado

29 de julho de 2013 | 19h05

SÃO PAULO - O empate por 0 a 0 diante do Corinthians no último domingo não era o resultado dos sonhos para o São Paulo, mas, em tempos de crise, a equipe pôde comemorar o fato de não ter perdido. Se a partida acabou sendo boa para os são-paulinos, foi melhor ainda para um jogador em especial: o volante Fabrício, que voltou a ser titular após mais de três meses e viu renascer sua confiança no clube.

"Agora é vida nova. Não só pra mim, mas para toda a equipe que teve uma boa melhora, e isso me ajudou. Nos portamos bem e o time estava bem posicionado. Claro, ainda preciso evoluir em algumas coisas, mas sinto que dei um importante passo. Agradeço os meus companheiros, que sempre me ajudaram mesmo quando eu estive afastado. Só espero poder retribuir a confiança de todos", disse.

Fabrício chegou a ser afastado e treinou separado durante o fim da passagem do técnico Ney Franco pelo Morumbi, mas com a chegada de Paulo César Carpegiani foi reintegrado. Com a ausência de Denilson, suspenso, ganhou a titularidade e foi elogiado após a partida, inclusive pelo capitão Rogério Ceni.

"Ganhamos um jogador experiente, que fala dentro de campo, que cobra a arbitragem. A saída dele foi um prejuízo para a instituição. Se não for por lesão, não se compreende a perda de um jogador desses. O Fabrício não é o Messi, não é o Cristiano Ronaldo, mas agrega alma, é um cara importante. Tem dez anos de carreira profissional. Jogadores com esse perfil não podem ser deixados de lado", disse o goleiro, criticando a decisão tomada por Ney Franco na época.

Apesar dos elogios, o próprio volante admitiu que ainda precisa de treino para voltar a ficar 100% fisicamente. "Cansei um pouco no final do primeiro tempo, mas me senti bem e consegui jogar mais 20 minutos no segundo tempo contra o Corinthians. Isso me deu uma motivada e fiquei muito feliz. Acredito que falta bem pouco para poder ficar 100% fisicamente."

Tudo o que sabemos sobre:
futebolSão Paulo FCFabrício

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.