Lucas Figueiredo / CBF
Lucas Figueiredo / CBF

Fagner celebra chance de substituir Daniel Alves na seleção brasileira

'Oportunidade única', afirma o jogador do Corinthians, convocado para o lugar do lateral do PSG

Redação, Estadão Conteúdo

21 de março de 2019 | 18h26

O corte de Daniel Alves da seleção brasileira por lesão resultou em mais uma oportunidade para Fagner. Chamado às pressas por Tite, o jogador do Corinthians será titular diante do Panamá, neste sábado, em Portugal, e celebrou a oportunidade de vestir a camisa amarela mais uma vez.

"Tenho que estar preparado (para substituir Daniel Alves). É uma oportunidade única de poder mostrar meu valor e agregar. Nem sempre todos podem estar na lista final", declarou nesta quinta-feira.

O lateral considerou que as oportunidades com Tite são fruto de um maior equilíbrio que encontrou na carreira. "Quando eu comecei, lá atrás, tinha muito o ímpeto de atacar e chegar na frente. Quando cheguei no Corinthians em 2014, entendi a real função de lateral, que é marcar."

Fagner vai compor o sistema defensivo com o estreante Alex Telles, o veterano Miranda e outro novato da seleção, Éder Militão, que vive grande fase no Porto. O momento do ex-são-paulino é tão bom que ele já foi comprado pelo Real Madrid, para onde vai na próxima temporada.

"É um grande jogador. Já demonstrou isso tanto como zagueiro quanto como lateral. Mostrou a sua qualidade desde o São Paulo. Só tem coisas a acrescentar e estou feliz por estar ao lado dele", comentou o corintiano.

Se repetir a equipe que treinou nos últimos dias, Tite levará o Brasil a campo diante do Panamá com: Ederson; Fagner, Éder Militão, Miranda e Alex Telles; Casemiro, Arthur, Lucas Paquetá, Philippe Coutinho e Richarlison; Roberto Firmino.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.