Felipe Rau/Estadão
Felipe Rau/Estadão

Fagner espera que o Corinthians tenha maturidade quando perder

Lateral minimiza sequência positiva da equipe e comemora jogos em São Paulo

Daniel Batista, O Estado de S.Paulo

30 de junho de 2017 | 17h26

Invicto há 24 jogos, o Corinthians atingiu o sexto maior período de invencibilidade de sua história e se tornou o time a ser batido no Campeonato Brasileiro. Um dos atletas mais experientes do elenco, o lateral-direito Fagner minimiza a sequência e pede maturidade para o clube saber administrar e compreender que em algum momento irá perder.

“Claro que não perder é bom para a confiança da equipe, mas sabemos que uma hora isso vai acontecer. Temos que ter cabeça para prolongar ao máximo esse momento, mas quando acontecer (a derrota), a gente tem que ter maturidade e entender que não está tudo perdido e que temos condições de retomar o que estamos fazendo”, disse o lateral, em entrevista coletiva nesta sexta-feira, no CT Joaquim Grava.

Líder do Brasileiro com 26 pontos, quatro a menos que o Grêmio, segundo colocado, o Corinthians terá pela frente quatro jogos em São Paulo, evitando assim, viagens desgastantes. “Vejo como um período para nos recuperar e treinar. Porque agora a gente está só viajando, descansando e jogando e acaba destreinando algumas coisas. Importante ter esse período para todo mundo ficar sem dores”, comentou.

O Corinthians enfrenta o Botafogo domingo, na Arena Corinthians. Depois, recebe a Ponte Preta, dia 8, e vai até o Allianz Parque encarar o Palmeiras, dia 12. O ciclo se encerra no dia 15, quando novamente atuará em sua arena, desta vez contra o Atlético-PR.

O elenco alvinegro voltou aos treinos nesta sexta-feira, após enfrentar o Patriotas, quarta-feira, na Colômbia. Os titulares fizeram um trabalho regenerativo, enquanto os reservas foram para o campo reforçados por Guilherme Arana, Maycon, Jadson e Jô, que treinaram normalmente, após serem poupados do jogo de quarta. A definição da equipe ocorre na atividade que será realizada neste sábado, no CT Joaquim Grava. Romero, suspenso, é desfalque certo e em seu lugar, Clayson é o mais cotado para entrar.

Ainda nesta sexta-feira, o Corinthians anunciou a renovação de contrato do volante Guilherme Mantuan. O vínculo do jogador mudou de dezembro para 2018 e agora se encerra no fim de 2020. O garoto é revelado pelo clube e ainda não atuou pelo time profissional, mas faz parte do elenco de Fábio Carille. Nesta semana, ele voltou aos treinamentos após se recuperar de uma cirurgia no joelho, realizada em maio, e pode até ficar como opção no banco de reservas para o confronto com o Botafogo, domingo.

Notícias relacionadas
Tudo o que sabemos sobre:
Corinthiansfutebol

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.