Clayton de Souza/ Estadão
Clayton de Souza/ Estadão

Fagner ignora São Paulo na Libertadores: 'Vou ver filme'

Lateral vê o rival motivado, independente do resultado de quarta

O Estado de S.Paulo

11 de julho de 2016 | 17h04

Corinthians e São Paulo se enfrentam no domingo, no Itaquerão, e terão uma semana bem distinta para se preparar visando a partida. Enquanto os alvinegros só treinarão, o Tricolor tem um importante confronto na quarta-feira, contra o Atlético Nacional, na Colômbia, pela semifinal da Libertadores. Os corintianos garantem que não estão preocupados com o jogo do rival.

"Quarta-feira eu não assisti e não tenho visto noticiário. Vou continuar descansando, talvez vendo um filminho, porque acho mais interessante”, disse o lateral-direito Fagner, que não vê vantagens para o Corinthians caso o São Paulo seja eliminado da Libertadores nesta quarta-feira. “Independentemente da situação, é um clássico e sempre tem a motivação em um jogo desse”, explicou.

O técnico Cristóvão Borges também adotou o tom político ao comentar sobre o rival de seu primeiro clássico no comando do Corinthians. “É um jogo perigosíssimo. Em um clássico as coisas se equivalem e é a hora de quem está em baixa melhorar”, comentou.

Um dos poucos corintianos a admitir que vai torcer contra o rival é Marquinhos Gabriel. “Vou secar um pouquinho, né?”, brincou. “Ganhando ou perdendo, o São Paulo virá querendo vencer a gente também”, completou.

O São Paulo perdeu no Morumbi por 2 a 0, na quarta-feira passada, e precisa vencer por três gols de diferença ou dois, desde que faça pelo menos três gols (3 a 1 ou 4 a 2, por exemplo) para avançar à final da Libertadores. O elenco corintiano está de folga nesta segunda-feira e retorna as atividades na terça-feira.

Tudo o que sabemos sobre:
São Paulo FCCorinthians

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.