Daniel Teixeira/Estadão
Daniel Teixeira/Estadão

Fagner minimiza empate e elogia postura do Corinthians

Lateral discorda da visão que colocava Alvinegro como favorito no clássico

Daniel Batista, O Estado de S. Paulo

17 de julho de 2016 | 19h15

Enquanto os jogadores do São Paulo deixaram o Itaquerão lamentando terem perdido a chance de vencer o clássico, os atletas do Corinthians preferiram destacar o fato da equipe ter demonstrado muita vontade para suportar a pressão, principalmente no segundo tempo do empate por 1 a 1, em duelo pelo Campeonato Brasileiro.

"Vale ressaltar o empenho do time. A equipe pressionada, soube se suportar bem e o Cassio não fez nenhuma defesa difícil no jogo. Temos que continuar fazendo nosso trabalho e clássico é sempre difícil. Não tem essa de favorito e a gente sabia da dificuldade que teríamos pela frente", analisou o lateral-direito Fagner.

O meia Danilo, que atuou mais avançado, enfiado na área, mostrou sinceridade e admitiu ter achado o adversário superior. "Não conseguimos jogar bem. O adversário foi melhor, mas conseguimos nos segurar e conquistar um ponto que pode ser importante na sequência do campeonato", comentou.

Já o zagueiro Yago questionou o pênalti marcado pelo árbitro Péricles Bassols, no lance em que Cueva foi derrubado pelo corintiano e na cobrança abriu o placar. "Eu estiquei a perna e tocou no jogador, mas não sei se foi o suficiente para derrubar. É um lance de interpretação", opinou o zagueiro.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.