Divulgação
Divulgação

Fagner minimiza liderança. 'Mais importante é vencer'

Lateral diz que Corinthians não pode pensar só no Atlético-MG

O Estado de S.Paulo

03 de agosto de 2015 | 18h28

Recuperado do desconforto muscular na coxa direita que sentiu na vitória por 3 a 0 sobre o Vasco na última rodada, o lateral-direito Fagner está confirmado entre os titulares do Corinthians para o clássico de domingo contra o São Paulo, no Morumbi. O time também terá o retorno do goleiro Cássio, que ficou fora do jogo contra os cariocas por causa de uma tendinite na coxa esquerda.

"Não tive nada mais sério contra o Vasco. Os dois dias de descanso (sábado e domingo) me deixaram zerado", disse Fagner em entrevista coletiva no CT do Parque Ecológico nesta segunda-feira.

Domingo, o Corinthians pode assumir a liderança do Campeonato Brasileiro. Para isso, precisa vencer o São Paulo e torcer por um tropeço do Atlético-MG diante do Goiás, no Serra Dourada. Fagner, no entanto, prefere não fazer contas.

"O mais importante de tudo é vencer. Sabemos da possibilidade de ser líder no domingo, mas temos de fazer um bom jogo e conseguir a vitória. Se pensar muito lá na frente, você acaba deixando de fazer as coisas bem feitas", disse o lateral.

Fagner, inclusive, procura tirar o peso da rivalidade com o São Paulo e lembra que o clássico vale o mesmo que os outros jogos. "É um campeonato à parte mais para o torcedor, de um brincar com o outro. Independente de ser o São Paulo ou outro time, o mais importante vai ser vencer."

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.