Daniel Augusto Jr./Ag. Corinthians
Daniel Augusto Jr./Ag. Corinthians

Fagner minimiza mau futebol do Corinthians: 'O que fica marcado é o título'

Lateral-direito diz que time sofre pressão para jogar bem, mas o foco é a conquista do Brasileiro

Daniel Batista, O Estado de S.Paulo

06 Outubro 2017 | 19h38

Um dos líderes do Corinthians, o lateral-direito Fagner acredita que a equipe sofra mais pressão pelo fato de estar na ponta do Campeonato Brasileiro e tendo desempenhado um bom futebol durante a maior parte da competição. Entretanto, ele acredita que o foco do time tem que ser a conquista do torneio nacional.

+ Júnior Dutra encaminha acerto com o Corinthians e causa desconforto no Avaí

"Procuramos ter um bom desempenho toda vez que entramos em campo, mas sabemos que o futebol é muito resultado, ainda mais por tudo que o Corinthians fez no primeiro turno. Isso gerou uma pressão que o Corinthians tem que jogar bem, mas nosso principal objetivo é ser campeão. O que fica marcado é o título", disse o lateral-direito, em entrevista coletiva nesta sexta-feira, no CT Joaquim Grava, em São Paulo.

Fagner acredita que a equipe também acaba sendo mais cobrada por causa do bom primeiro turno feito no Brasileiro e que, com um pouco de paciência, o time voltará a conquistar bons resultados. "O Corinthians vinha sendo uma equipe mortal no primeiro turno. Continuamos criando em algumas situações. Contra o Vitória, não conseguimos criar, mas fomos melhores do que eles. Já diante do Atlético Goianiense, a gente criou, mas perdemos. É uma questão de ajuste e de ter um pouco de paciência, que as coisas vão voltar ao normal", comentou.

O técnico Fábio Carille comandou um treinamento nesta sexta-feira e repetiu a formação que havia testado na última quarta com Léo Príncipe, Camacho e Marquinhos Gabriel nos lugares de Fagner, Gabriel e Romero, respectivamente.

O atacante , junto com o volante Paulo Roberto, fez trabalho específico com bola no outro gramado. Ele se recupera de uma contratura na panturrilha esquerda, enquanto que Paulo Roberto estava com dores na coxa direita. Ambos devem ter condições de jogo para encarar o Coritiba, nesta quarta-feira, no estádio Itaquerão, em São Paulo, pela 27.ª rodada.

Fábio Carille teve muitos desfalques nesta sexta-feira. Além de Paulo Roberto e Jô, não participaram das atividades o goleiro Cássio, o zagueiro Balbuena e o atacante Romero, todos com suas seleções nacionais. Vilson ainda faz atividade interna no CT e não tem previsão para voltar aos gramados, após cirurgia no joelho realizada em março. Léo Santos se recupera de uma pubalgia e apenas correu no gramado. O elenco alvinegro volta aos treinos neste sábado, às 11 horas.

 

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.