Daniel Augusto Jr. / Ag. Corinthians
Daniel Augusto Jr. / Ag. Corinthians

Fagner se apresenta como solução para o problema do ataque do Corinthians

Com retorno do jogador, setor ofensivo passou a criar mais e o time embalou no Brasileiro e está a um passo da vaga na Sul-Americana

João Prata, O Estado de S.Paulo

30 de julho de 2019 | 04h30

O setor ofensivo do Corinthians é alvo de críticas desde a temporada passada. E nos últimos jogos quem está ajudando a resolver o problema do ataque é justamente um jogador da defesa. O lateral-direito Fagner tem se mostrado fundamental para que o time chegue aos gols.

Os números mostram isso. Fagner se machucou em 30 de maio durante a vitória sobre o Deportivo Lara por 2 a 0 na volta da segunda fase da Copa Sul-Americana. Depois disso, ele foi convocado para a seleção brasileira para a disputa da Copa América. Nesse período, foram seis jogos sem o lateral, com quatro derrotas, um empate e uma vitória.

Desde que Fagner retornou foram quatro confrontos, com três vitórias e um empate. A partida que exemplifica a importância do jogador foi a do último domingo, no triunfo de virada por 3 a 1 sobre o Fortaleza. Fagner foi poupado e começou no banco de reservas.

Sem ele, Pedrinho, que atua pelo lado direito, passou os 45 minutos iniciais sumido em campo e o time alvinegro saiu perdendo por 1 a 0. Para reagir, Carille colocou Fagner. Pelo setor em que atua saíram os gols do empate e da virada. Pedrinho acordou para a partida, deu assistência para Boselli e depois fez o dele. Danilo Avelar fechou a conta.

Carille adiantou que Fagner será titular na quinta-feira contra o Montevideo Wanderers, no Uruguai, na volta das oitavas da Sul-Americana. O treinador, no entanto, avisou também que irá poupar alguns jogadores. A definição da equipe acontecerá no treino de hoje.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.