Daniel Augusto Jr. / Ag. Corinthians
Daniel Augusto Jr. / Ag. Corinthians

Fagner volta aos treinos do Corinthians após amistosos com a seleção brasileira

Lateral-direito deve ser titular na partida de domingo, contra o Santos, no jogo de ida das semifinais do Paulistão

João Prata, O Estado de S.Paulo

28 de março de 2019 | 19h00

O lateral-direito Fagner foi a novidade no treino do Corinthians nesta quinta-feira. O jogador retornou da seleção brasileira, trabalhou com os reservas no gramado e reforçará o time no duelo com o Santos, domingo, às 16h, em Itaquera, pelas semifinais do Campeonato Paulista.

Fagner foi titular no empate por 1 a 1 com o Panamá no último sábado e permaneceu em campo nos 90 minutos. O jogador, no entanto, chega descansado porque no segundo amistoso, contra a República Checa, perdeu o lugar para Danilo.

Substituto de Fagner nos últimos três jogos, Michel Macedo comentou sobre a oportunidade que teve no time titular do Corinthians e elogiou o companheiro de posição. "Foi bom demais ter tido essa chance. Vamos pensar no próximo jogo. A sensação é de dever cumprido. É bom ter ele de volta, é um jogador que me espelho muito e que tem me ajudado bastante", comentou.

O zagueiro uruguaio Bruno Méndez e o atacante paraguaio Romero também se reapresentaram após atuar por suas seleções. Eles e os demais reservas participaram de um trabalho técnico em espaço reduzido, enquanto os titulares ficaram na academia.

O técnico Fábio Carille ainda não tem definida a equipe que tentará abrir vantagem nas semifinais. Há pelo menos duas dúvidas. No meio-campo, Jadson e Sornoza disputa a vaga na armação das jogadas e no ataque a briga está entre Vagner Love e Pedrinho.

O Corinhians ainda fará mais dois treinos antes do duelo. A tendência é que o time entre em campo na arena com: Cássio, Fagner, Manoel, Henrique e Danilo Avelar; Ralf, Júnior Urso e Jadson (Sornoza); Vagner Love (Pedrinho), Gustagol e Clayson.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.