Falcão cai na realidade: a reserva

Menos de 24 horas depois, Falcão voltou a realidade. Depois de ser a grande surpresa do coletivo de quarta-feira, ao treinar entre os titulares, nesta quinta-feira, o craque do futsal voltou a integrar o time reserva. Prova de que o sonho de ser o homem de confiança do técnico Emerson Leão para o meio-de-campo ainda está longe de se realizar. Por enquanto, o jogador "ideal" para o setor continua sendo o paraense Vélber. O pequenino de 1,69 m tem roubado a cena nos jogos e nos treinos. Sem em 2004, Vélber dificilmente era relacionado para o banco de reservas, agora, apareceu como solução para substituir o irregular Danilo, que ainda não se acertou neste ano."Acho que estou melhor adaptado a São Paulo depois de um ano morando aqui e isso está diretamente relacionado a melhora do meu rendimento. Eu sei que a minha hora é essa. Comecei nem o ano e a tendência é que eu melhore ainda mais", avisa Vélber, esbanjando confiança. "Nunca pensei em abandonar tudo aqui para voltar para Belém. Sempre batalhei pelo que quis e nunca iria desistir tão fácil assim." Boa parte da "volta por cima" de Vélber se deve ao trabalho de fortalecimento que foi feito no São Paulo. Em um ano, ele ganhou cerca de 8 quilos - saltou de 58 para 66 quilos. "A alimentação não mudou muito, não. Só me recomendaram a comer mais massa e estou procurando seguir esse planejamento", explica.A diferença já é visível. O meia trocou o corpo franzino pelos músculos e está satisfeito com o resultado do tratamento: "Estou com muito mais força na hora de arrancar e também brigar pela bola com os zagueiros. Antes eu trombava e caia. Agora estou mais resistente, mais forte." A evolução no rendimento também arrancou os primeiros elogios de Leão.Nem por isso Vélber se mostra satisfeito. Ele ainda promete jogar mais e se tornar o titular definitivo do meio-de-campo do São Paulo. "É muito bom receber um elogio do Leão, mas não posso me contentar. Ainda tenho muito a mostrar. Por isso tenho que seguir trabalhando para manter ou melhorar. Sei que o condicionamento físico ainda não é o ideal, mas se sou substituído é por que estou dando o máximo", completa.Vélber seguirá titular enquanto Danilo não mostrar uma evolução.No sábado à noite, contra o União Barbarense, em Santa Bárbara D?Oeste, ele será mais uma vez o responsável por armar as jogadas para Diego Tardelli e Grafite. Mas se o problema do meio-de-campo parece se acertar aos poucos com a entrada de Vélber, o técnico Emerson Leão depende do departamento médico para confirmar a equipe. Lugano, com uma tendinite no tendão de Aquiles, foi poupado por dois dias.

Agencia Estado,

03 de fevereiro de 2005 | 17h24

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.