Falcão expulsa Juan e D'Alessandro do treino do Inter depois de bate boca

Meia argentino até tentou argumentar, mas não foi suficiente para mudar postura do técnico

AE, Agência Estado

26 de maio de 2011 | 17h48

PORTO ALEGRE - O técnico Paulo Roberto Falcão não teve a mesma paciência que Vanderlei Luxemburgo ao ver dois atletas de seu time se estranhando em um treinamento. Nesta quinta-feira, após Juan e D''Alessandro baterem boca, o técnico do Internacional expulsou imediatamente os dois do treinamento coletivo desta tarde.

O lance aconteceu no momento em que Leandro Damião empatava o coletivo com um gol para os titulares. Falcão percebeu o bate-boca e mandou D''Alessandro e Juan para fora. Na saída do campo suplementar do Beira-Rio, os dois jogadores mostraram-se contrariados com a decisão do treinador.

D''Alessandro até tentou argumentar com Falcão, mas de nada adiantou. Oscar entrou em seu lugar no time titular e marcou mais uma vez - ele já havia feito o gol dos reservas. Na defesa, entrou Rodrigo Moledo.

Na quarta-feira, o treino do Flamengo também foi marcado por confusão. Willians deu uma cotovelada em Negueba, que caiu no gramado chorando. O volante só foi punido horas depois da atividade. Acabou afastado do próximo jogo e multado pela diretoria.

Veja também:

link Após agressão, Willians é multado e afastado no Flamengo

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.