Stephane Senaux/Divulgação
Stephane Senaux/Divulgação

Falcao García opera e médico revela esperança para ida à Copa do Mundo

Apesar da possibilidade, recomendação é que atacante não antecipe sua volta

Agência Estado

25 de janeiro de 2014 | 11h50

PORTO - O atacante Radamel Falcao García operou neste sábado o seu joelho esquerdo, após sofrer grave lesão durante partida do Monaco pela Copa da França, e o médico responsável pela cirurgia deu esperanças ao torcedor colombiano de que o jogador se recupere para defender a seleção de seu país na Copa do Mundo.

O médico português José Carlos Noronha, que fez a operação, realizada na cidade do Porto, disse que "há uma possibilidade" de Falcao jogar no Brasil. "A luz no final do túnel não é pequena". No entanto, ele advertiu que o atacante "não pode apressar sua recuperação". O jogador deve receber alta hospitalar na próxima segunda-feira.

"Vou exagerar um pouco, mas creio que terá 50% de possibilidade de ir ao Brasil. Temos que ir passo a passo a passo e daqui a três meses já poderemos dizer algo seguro", disse Noronha, destacando que ainda é cedo para apontar um prognóstico definitivo.

A cirurgia de Falcao foi feita apenas três dias depois do atacante sofrer uma lesão no ligamento anterior cruzado do joelho esquerdo durante partida entre Monaco e Chasselay, pela Copa da França. E apesar do otimismo do médico que o operou, as chances dele disputar a Copa do Mundo não são grandes, pois a previsão de recuperação para essa lesão é de seis meses - o torneio no Brasil vai começar no dia 12 de junho.

Principal nome do futebol da Colômbia na atualidade, Falcao receberá a visita do presidente do país, Juan Manuel Santos no hospital onde foi operado. O político está em Davos, na Suíça, para o Fórum Econômico Mundial, mas irá ao Porto para ver de perto o estado de saúde do atacante e lhe desejar uma pronta recuperação em nome dos seus compatriotas.

A Colômbia vai estrear na Copa do Mundo em 14 de junho, diante da Grécia, no Mineirão. Seus outros adversários no Grupo C serão a Costa do Marfim, no dia 19, no Mané Garrincha, e o Japão, no dia 24, na Arena Pantanal.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.