Falcão ignora folga e põe Inter para trabalhar nesta segunda-feira

Colorado conseguiu acabar com a série de cinco derrotas

Estadão Conteúdo

25 de julho de 2016 | 19h23

O Internacional interrompeu a sequência de seis derrotas consecutivas ao empatar com a Ponte Preta por 2 a 2, no último domingo, em Campinas (SP). Mas a situação da equipe ainda é complicada no Campeonato Brasileiro. Por isso o técnico Paulo Roberto Falcão não deu folga aos jogadores, que já iniciaram o trabalho para a próxima partida nesta segunda-feira.

O time colorado não sabe o que é uma vitória no Brasileirão há um mês e meio. O último triunfo foi o 2 a 0 contra o Atlético Mineiro, em 16 de junho, pela oitava rodada da competição. De lá para cá foram sete derrotas e dois empates.

Os atletas que começaram em campo no estádio Moisés Lucarelli, em Campinas, fizeram um trabalho regenerativo na academia. O restante do grupo foi ao gramado e realizou um jogo-treino contra o Internacional B. Seijas, Mike e Yan Petter, que voltam de lesão, fizeram um trabalho especial de recuperação física na caixa de areia.

Recém-contratado pelo time colorado, o atacante uruguaio Nico López foi liberado do treino para resolver problemas burocráticos de sua transferência. A expectativa é que ele seja regularizado nesta semana para ser relacionado no duelo contra o Corinthians, neste domingo, às 16 horas, no estádio Beira-Rio, em Porto Alegre, pela 17.ª rodada do Campeonato Brasileiro.

Para a partida, o treinador terá que quebrar a cabeça para montar o meio de campo. Além de não contar com Rodrigo Dourado, convocado para a seleção olímpica, Paulo Roberto Falcão perdeu Fernando Bob, suspenso por ter sido expulso na partida contra a Ponte Preta.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.