Falcão lamenta empate e diz que Inter podia vencer

Os jogadores e a comissão técnica do Internacional evitaram falar em decepção após o empate por 1 a 1 com o Santos, na Vila Belmiro, na noite de sábado, mas reconheceram que o time poderia ter iniciado a sua participação no Campeonato Brasileiro com um triunfo. Para o técnico Paulo Roberto Falcão, o time gaúcho poderia ter vencido, até por ter jogado melhor e diante de um adversário que escalou apenas os reservas.

AE, Agência Estado

22 de maio de 2011 | 10h51

"Não fomos brilhantes, mas quem deveria ter saído com a vitória daqui é o Inter. Criamos as melhores oportunidades, mas vale destacar também que esta gurizada do Santos quer mostrar serviço e nada melhor que enfrentar o Internacional. Foi um jogo com dois lados: não jogamos tão bem, mas merecíamos a vitória", comentou.

A opinião foi compartilhada pelo atacante Leandro Damião, que desperdiçou uma chance de gol nos instantes finais do duelo com o Santos. "Não consegui fazer o gol no final ali. O goleiro foi bem. Merecíamos a vitória, mas agora temos a estreia no Beira-Rio e a semana cheia para trabalhar", disse.

Autor do gol do Internacional, o atacante Zé Roberto lembrou que o Santos dificilmente consegue bons resultados em casa e, por isso, o empate não deve ser lamentado. "São poucos os times que vão vir aqui e tirarão pontos do Santos. Fico feliz pelo gol, pois comprova o meu trabalho que vem sendo bem feito", afirmou Zé Roberto.

Já o goleiro Renan aprovou o desempenho do Internacional, mas já pensa no duelo com o Ceará, no próximo sábado, em Porto Alegre, pela segunda rodada do Brasileirão. "Controlamos o Santos mas não conseguimos a vitória. Agora é focar no Ceará no Beira-Rio", disse.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.