Ivan Sekretarev/AP
Ivan Sekretarev/AP

Falcao não teme frio para classificar Atlético de Madrid

Time espanhol precisa vencer o Rubin Kazan para seguir às oitavas de final da Liga Europa

AE, Agência Estado

20 de fevereiro de 2013 | 17h09

KAZAN - Atual campeão da Liga Europa, o Atlético de Madrid não deverá ter vida fácil para conseguir avançar às oitavas de final da competição. Nesta quinta-feira, a equipe espanhola tem que vencer o Rubin Kazan, em Moscou, por pelo menos dois gols de diferença. E terá que fazer isso numa temperatura prevista de -12ºC.

Como o jogo é importante, o Atlético de Madrid vai com força máxima. Falcao Garcia, principal nome da equipe, estará entre os titulares. "Sabemos como está a situação, mas viemos para jogar. Este confronto não se resolve só em uma partida e vamos lutar até quando houver possibilidades", destacou o colombiano.

O atacante garantiu também que não teme o frio de Moscou. "Quando você entra em campo com o desejo de ganhar, isso é maior que as circunstâncias extremas. Já vim aqui com o Porto há duas temporadas e joguei sem problemas. Não creio que minha equipe vá sentir o frio."

Exatamente por conta do frio, o Rubin Kazan decidiu mudar o palco do jogo, deixando de jogar em Kazan, sua casa, e optando por atuar no Luzhniki Stadium, em Moscou. A previsão de temperatura para esta quinta, porém, é de apenas três graus Celsius de diferença entre as duas cidades russas - em Kazan, espera-se -15ºC durante a partida.

No jogo de ida, o Rubin Kazan venceu por 2 a 0, quebrando uma série de 10 jogos seguidos pela Liga Europa que a zaga do Atlético não era vazada. O segundo gol saiu aos 49 minutos do segundo tempo, num lance em que o goleiro espanhol foi para a área adversária tentar o cabeceio, o árbitro não encerrou o jogo no tempo prometido, e os russos marcaram no contra-ataque.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.