Alex Silva/AE - 27/5/2012
Alex Silva/AE - 27/5/2012

Falcão pede alto e dificulta acerto com o Palmeiras

Ex-técnico do Bahia está em São Paulo para negociar sua contratação no lugar de Luiz Felipe Scolari

Daniel Akstein Batista, O Estado de S. Paulo

18 de setembro de 2012 | 16h19

SÃO PAULO - Paulo Roberto Falcão, que recentemente treinou o Bahia, é a bola da vez para a diretoria do Palmeiras, que trabalha em busca de um substituto para Luiz Felipe Scolari, demitido na última qunta-feira. O técnico desembarca em São Paulo na tarde dessa terça-feira para participar de um programa de TV e, possivelmente, entrar em acordo com a equipe alviverde. Há dois entraves, no entanto, na negociação entre Palmeiras e o treinador. Falcão pede um salário alto para o que o clube pensava em gastar e um tempo de contrato longo, pelo menos até o fim da Libertadores de 2013 - como foi campeão da Copa do Brasil, o Palmeiras já está garantido no torneio sul-americano.

"Tivemos uma reunião com a diretoria do Palmeiras nesta segunda até tarde, mas ainda não recebemos uma resposta. Passei minhas condições para eles e o clube ficou de analisá-las. Mas disse que gostaria de participar do projeto do Palmeiras em 2013", disse Falcão.

Após a demissão de Felipão, o Palmeiras entrou em contato com Jorginho, que atualmente está no time que já foi treinado por Falcão, e recebeu um 'não' como resposta. Depois, o presidente Arnaldo Tirone ventilou o nome de Evair, ídolo do clube e começando sua carreira de técnico. Mas a ideia, trazida por alguns conselheiros, não agradou parte da diretoria. O nome de Falcão é o único que o clube tem no momento.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.