Falcioni mantém portas abertas a Riquelme no Boca

BUENOS AIRES - O técnico do Boca Juniors, Julio César Falcioni, encerrou o silêncio na noite de segunda-feira e finalmente falou sobre a situação de Román Riquelme no clube. De acordo com o treinador, o meia, que procura um novo time apesar de ainda ter contrato com o Boca, segue tendo as portas abertas na Bombonera.

AE-AP, Agência Estado

24 de julho de 2012 | 08h20

"Román tem as portas abertas e esta é uma decisão pessoal dele. É o ídolo máximo do clube, mas todos os dias estamos o esperando", disse Falcioni, que não encontra Riquelme desde a final da Libertadores. Depois disso, o meia não se reapresentou mais na Bombonera.

Falcioni se absteve de comentar a declaração de Diego Armando Maradona, de que Riquelme traiu o Boca Junior com a desculpa de que se sentia vazio e que já não tinha nada mais a oferecer à torcida do time.

Riquelme chegou a negociar com times do Brasil, mas não chegou a acordo financeiro com Cruzeiro e Grêmio. O Flamengo até ofereceu o valor que o argentino desejava, mas a má fase rubro-negra afastou o meia da Gávea.

Tudo o que sabemos sobre:
FutebolBoca JuniorsRiquelme

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.