Falhas da zaga irritam corintianos

A derrota do Corinthians para a Ponte Preta, por 3 a 2, na estréia no Campeonato Brasileiro foi explicada quase que, de forma unânime, pelos jogadores e pelo técnico Oswaldo de Oliveira. Segundo eles, o problema foi tomar três gols em lances de bola parada. "Um time como o Corinthians, muito experiente, não pode dar estas bobeiras", disse o goleiro Fábio Costa. Mesmo opinião tiveram outros líderes do time, como o zagueiro Valdson e o volante Rincón. "Estas falhas atrapalharam no resultado", reconheceu o zagueiro. O lateral-direito Rogério também tinha a mesma opinião e explicou que só deixou o campo 20 minutos antes do término do jogo por precaução. "Eu já tinha recebido o cartão amarelo e poderia complicar." O técnico Oswaldo de Oliveira foi de encontro à opinião de seus comandados. Reconheceu que os "descuidos foram fatais", considerando a expulsão de Piá, no final do primeiro tempo, "muito rigorosa". De qualquer forma, apesar do resultado negativo, ele fez questão de enaltecer o empenho de seus jogadores. "Todos correram muito. Além disso, melhoramos de produção e acho que o empate teria sido o resultado mais justo." A torcida organizada Gaviões da Fiel promete continuar apoiando o time no Brasileiro. O próximo jogo será diante do Paysandu, domingo, no Pacaembu. Só não deve estar mais com a mesma expectativa de Pelé e do técnico Oswaldo de Oliveira que nesta semana manifestaram a confiança de que o Corinthians pode ser campeão brasileiro da temporada. Do lado da Ponte Preta, tudo era alegria. Esta foi a segunda vitória sobre o adversário na temporada, uma vez que venceu no Campeonato Paulista por 2 a 1. O técnico Estevam Soares estava eufórico. "Mostramos um bom futebol, mas podemos melhorar muito mais com a evolução técnica do time." Ele lamentou, porém, a expulsão do atacante Weldon que, segundo ele, poderia ter complicado a situação do time. "O jogo estava nas nossas mãos, mas no final ficou perigoso por causa do juiz", finalizou. A Ponte, agora, enfrenta fora de casa o Flamengo.

Agencia Estado,

22 de abril de 2004 | 00h13

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.