Cesar Greco/Palmeiras
Cesar Greco/Palmeiras

Falta de pontaria do ataque vira dor de cabeça para Abel Ferreira no Palmeiras

Baixo desempenho no setor ofensivo preocupa técnico para o restante da temporada

Redação, O Estado de S.Paulo

27 de outubro de 2021 | 14h48

O Palmeiras surpreendeu diante do Sport, na segunda-feira, ao finalizar 36 vezes no gol de Maílson. Foi o recorde no Brasileirão. O time já vinha produzindo bem em outras rodadas, mas não está tendo um bom aproveitamento do setor ofensivo. Ajustar a pontaria dos atacantes virou uma boa "dor de cabeça" para o técnico Abel Ferreira, já que Luiz Adriano, Rony e Dudu, seus titulares, andam com a mira imprecisa.

Luiz Adriano até desencantou após sete jogos, mas o gol foi sem querer, com a bola batendo em seu bumbum e entrando no gol. Nos chutes, vinha recebendo vaias contra o Sport por não acertar o alvo. Curiosamente, Deyverson, seu reserva, marcou duas vezes seguidas vindo do banco.

Rony vem desperdiçando chances incríveis e é outro jogador em queda brusca de rendimento no quesito gol. Desde a virada sofrida para o Juventude, há seis jogos, que não balança as redes e vem sendo constantemente substituído. Já Dudu, apesar de não marcar nos últimos quatro jogos, anda recebendo elogios do treinador pelo tanto que joga pelo time.

"É um craque comprometido com a equipe e ajuda muito a desequilibrar, principalmente contra times compactos. Eu chamo de jogador abre latas", afirma Abel, também passando voto de confiança a Rony. "É preciso da qualidade individual para equipe. Rony na verticalidade ou Dudu no 1 contra 1."

Com titulares definidos, Abel não pensa em mexer no ataque e vem utilizando os jogos do Brasileirão para aprimorar a equipe. Ele sabe que precisa da pontaria dos atacantes em dia, sobretudo para a decisão da Libertadores, dia 27 de novembro, em Montevidéu, contra o Flamengo. Ciente que nem sempre o time terá muitas oportunidades, ele prega por capricho e melhor aproveitamento e vai usar os treinos antes do jogo contra o Grêmio, no domingo, para melhorar a pontaria ofensiva.

O Palmeiras anunciou nesta quarta-feira que vai priorizar seus sócios-torcedores na aquisição dos ingressos para a decisão com os cariocas e distribuirá senhas aos interessados em acompanhar o jogo no estádio Centenário.

"O acesso ao site da Conmebol para compra dos ingressos reservados aos clubes para a final da Libertadores necessitará de senhas. O Palmeiras iniciará a distribuição a partir de 01/11. O Sócio Avanti terá prioridade. Mais detalhes serão divulgados ao longo da semana", informou o clube.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.