Faltas perto da área preocupam técnico do Paraguai

O técnico Gerardo Martino admitiu neste domingo que está preocupado com possíveis faltas perto da área do Paraguai no jogo com o Japão, terça-feira, pelas oitavas de final da Copa do Mundo. O treinador quer evitar que os japoneses repitam o bom aproveitamento nas cobranças de falta, como fizeram na partida com a Dinamarca, com dois gols.

AE, Agência Estado

27 de junho de 2010 | 22h03

"Obviamente, depois do que vimos naquele dia, temos que tentar evitar fazer faltas perto da área", alertou Martino, preocupado com os gols de Keisuke Honda e Yusuhito Endo na quinta-feira.

Martino pediu cuidado também aos contragolpes, a principal arma dos japoneses, em sua avaliação. "Quando conseguem roubar a bola, eles são muito rápidos nos contra-ataques. Essa é a jogada que temos que tomar mais cuidado", comentou.

No ataque, o treinador espera ter dificuldade para furar a retranca adversária. "Fundamentalmente, os jogadores do Japão voltam com rapidez para marcar na defesa. Eles usam uma linha de quatro na defesa e praticamente cinco jogadores no meio-campo, com Honda geralmente sozinho no ataque", analisa.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.