Família Agnelli deve voltar a comandar a Juventus

A família Agnelli deverá voltar a assumir a presidência da Juventus. Andrea Agnelli, sobrinho de Giovanni Agnelli, está prestes a ser presidente do time de Turim, de acordo com a imprensa italiana.

AE-AP, Agência Estado

28 de abril de 2010 | 14h50

O jornal La Stampa, que é de propriedade da família Agnelli, informou nesta quarta-feira, que Andrea será nomeado presidente na quinta, durante a assembleia da Exor, holding que detém mais da metade das ações da Juventus.

Umberto Agnelli, pai de Andrea, foi o último da família a ser presidente do time de Turim há quase 50 anos, enquanto Giovani foi o presidente de honra do clube por um longo período.

Caso se confirme, esta será a segunda mudança de presidente da Juventus nesta temporada depois que Jean-Claude Blanc substituiu Giovanni Cobolli Gigli em outubro. Blanc, que tem sido alvo de protestos de fãs, deve permanecer em funções executivas, cuidando de aspectos administrativos e de marketing.

Em crise, a Juventus está na sexta colocação no Campeonato Italiano, 19 pontos atrás da Inter de Milão, restando três rodadas para o encerramento do torneio.

Tudo o que sabemos sobre:
futebolJuventusAgnelli

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.