Família vende controle da Sampdoria

A Sampdoria, time tradicional que hoje joga na segunda divisão do futebol italiano, deixou de pertencer à família Mantovani e foi vendido a um grupo ítalo-árabe-britânico. Membros da família se reuniram hoje em um banco de Gênova para tratar da venda do controle acionário do clube, que já venceu 4 Copas da Itália, uma Supercopa e uma Recopa.O atual conselheiro da Sampdoria, Enrico Mantovani, esteve presente à reunião, junto com o porta-voz do grupo comprador, o presidente da empresa petrolífera Erg, Riccardo Garrone. Na saída, o dirigente não quis dar detalhes do acordo, e deve realizar ainda hoje uma coletiva de imprensa para anunciar o negócio. Um dos filhos de Garrone pode assumir a presidência da Sampdoria.

Agencia Estado,

11 de janeiro de 2002 | 11h06

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.