Yuri Kochetkov / EFE
Yuri Kochetkov / EFE

Fan Fest da Copa do Mundo em Moscou recebe 25 mil pessoas em sua abertura

Maior artilheiro da história da seleção russa, Aleksandr Kerzakhov se diz orgulhoso da nação

Estadão Conteúdo

11 Junho 2018 | 11h30

A abertura da Fan Fest de Moscou atraiu 25 mil pessoas ao evento que foi realizado no último domingo, de acordo com organizadores locais. Esta quantidade de público foi confirmada pela Fifa segunda-feira, por meio de um comunicado, e os visitantes tiveram o entretenimento de shows de música ao vivo e a presença dos convidados Marcel Desailly, campeão da Copa do Mundo de 1998, e de Aleksandr Kerzhakov, maior artilheiro da história da seleção da Rússia.

+ Zagueiro da Rússia diz que aprendeu com Sergio Ramos a forma de parar Salah

+ Putin usa Copa do Mundo para passar mensagem ao resto do mundo

+ 'Elefante branco' em Sochi é desafio para autoridades russas após a Copa

"Foi incrível ver tantas pessoas aqui, divertindo-se e celebrando o Mundial em um espaço bacana e de graça", disse Desailly. A empolgação já é incrível e só vai aumentar nos próximos dias, já que a estreia se aproxima. Mas, depois de ver isso, já é possível dizer que a Rússia começou com o pé direito", disse o ex-jogador sobre o evento promovido pela Fifa e pelo Comitê Organizador Local (COL).

Kerzhakov destacou a emoção por ver a Rússia sediar o torneio. "Estou muito orgulhoso por nosso país organizar a Copa do Mundo. Agora, a poucos dias do pontapé inicial, já é possível sentir a atmosfera do futebol e esse evento mais uma vez demonstrou o tremendo interesse dos nossos fãs no Mundial. Tenho certeza de que os estádios vão estar cheios e os russos vão celebrar nas Fan Fests com torcedores de todo o mundo", projeta o ex-atacante, que defendeu seleção russa nas Copas de 2002 e 2014.

 

A primeira partida do Mundial vai ser disputada nesta quinta-feira, às 12 horas (de Brasília), entre Rússia e Arábia Saudita, em Moscou. A Fan Fest na capital russa e mais outras em dez cidades do país abrirão para os torcedores acompanharem essa e as demais partidas do grande torneio.

 

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.