Informação para você ler, ouvir, assistir, dialogar e compartilhar!
Estadão Digital
Apenas R$99,90/ano
APENAS R$99,90/ANO APROVEITE

Farah ataca presidente do Botafogo-SP

O desabafo do presidente do Botafogo-SP, Ricardo Ribeiro, após a reunião da Liga Rio-São Paulo na quarta-feira, quando soube que seu time seria substituído pelo São Caetano na competição, rendeu ao dirigente uma situação constrangedora dois dias depois. Durante o encontro realizado nesta sexta-feira para definir a participação do Vasco e do Flamengo, o presidente da Liga e da Federação Paulista de Futebol, Eduardo José Farah, resolveu responder às críticas do dirigente botafoguense com um "puxão de orelhas"."Se o presidente do Botafogo-SP acha que o título de vice-campeão paulista não tem valor, além de dar a medalha para os jornalistas ele deveria devolver o belo troféu que recebeu pela conquista assim como o prêmio em dinheiro", disse Farah, diante de todos os dirigentes da Liga Rio-São Paulo. "Além disso, sempre ajudei o clube financeiramente e não tenho culpa se ele vendeu cinco ou seis jogadores, ficando entre os últimos colocados durante o Campeonato Brasileiro, terminando rebaixado."Ricardo Ribeiro não respondeu imediatamente ao ?puxão de orelha?, mas continuou inconformado com exclusão quase certa (só não vai acontecer se um integrante da Liga desistir da disputa) no Rio-SP. O dirigente do Botafogo vai aguardar a posição final do Vasco para definir as providências que irá tomar. "Se não formos para a Liga, em primeiro lugar vou querer uma cópia da gravação da reunião de quarta-feira, depois vamos recorrer à Justiça Desportiva e, esgotando este recurso sem obter resultados, iremos à Justiça comum", prometeu.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.