Farah desiste de vender jogadores

A CPI do Futebol encerrou às 14h30, o depoimento do presidente da Federação Paulista de Futebol, Eduardo José Farah que justificou como "extremamente" rentável a venda do jogador Pierkarski para o Bastia (França). Mas Farah garantiu que "nunca mais" vai se meter "em ceara" que não lhe é própria: a transação de jogador. Eduardo José Farah garantiu, à Agência Estado, que apesar a venda de Pierkarski para o Bastia "ter sido rentável" para a Federação Paulista de Futebol, há poucas esperanças de receber a terceira parcela, no valor de US$ 300 mil. "É lógico que vamos receber. US$ 300 mil é dinheiro para burro. Dá para enriquecer umas seis famílias. Nós vamos tentar receber, sim, essa última parcela", garantiu esperançoso, o presidente da Federação Paulista de Futebol, que assegurou "nunca mais" voltar a ser dirigente esportivo.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.