Fase do Cruzeiro já preocupa Luxemburgo

O que parecia ser apenas uma fase ruim, própria do começo de temporada de um time que conquistou quase tudo o que disputou no ano passado, já começa a preocupar o técnico Vanderlei Luxemburgo. Afinal, o Cruzeiro coleciona maus resultados e não consegue engrenar em 2004. Sempre seguro de seu trabalho, o treinador do Cruzeiro parece surpreso com o desempenho da equipe campeã brasileira, que corre o risco de nem se classificar para as semifinais do Campeonato Mineiro. A fraca performance no Estadual vinha sendo compensada pelas atuações na Libertadores. Mas o empate de 1 a 1 em casa com o Santos Laguna, do México, na última terça-feira, deixou os cruzeirenses ainda mais apreensivos.A pergunta que se faz na Toca da Raposa é o que estaria acontecendo com o time mineiro? Luxemburgo acredita que já tem uma resposta. "A equipe perdeu a característica de alegria, pegada, vontade. Vou voltar a trabalhar forte para termos uma sintonia. Sinto um ambiente tenso, carregado, a impaciência da torcida. Ou o Cruzeiro tem uma sintonia no geral, ou a coisa não vai funcionar", desabafou o técnico, que após a última partida chegou a demonstrar abatimento e confessou estar chateado.Nesta quarta-feira, na reapresentação dos jogadores, Luxemburgo se reuniu às portas fechadas com elenco, por cerca de 40 minutos, e repetiu o discurso. "Ele fez essa cobrança. A gente tem de ter alegria para jogar, ele frisou muito bem", disse, resignado, o lateral-esquerdo Leandro.Para Leandro, a comparação com o desempenho do time mineiro em 2003 aumenta a responsabilidade dos jogadores. "O Cruzeiro no ano passado foi uma coisa e já está vindo essa cobrança logo no início do ano. Só que tem que ter calma também. Não adianta que isso não vai acontecer de uma hora para outra, chegaram jogadores diferentes...", justificou o lateral, procurando dissipar as suspeitas de anormalidade no ambiente do clube. "Depois dessa conversa aí tudo vai mudar", assegurou.Pentacampeão - Uma das preocupações da comissão técnica e dos dirigentes é com as expectativas em torno do principal reforço da temporada, o meia Rivaldo. Ele já participou de oito jogos oficiais com a camisa do Cruzeiro e ainda não marcou nenhum gol.Ao final da partida contra o Santos Laguna, o próprio Rivaldo admitiu que fez o seu pior jogo pelo time mineiro.A torcida também já deu demonstrações de impaciência com o futebol apresentado por Rivaldo, que prefere não polemizar e garante que vai melhorar seu desempenho. "Eu sempre dei volta por cima em tudo que fiz e não vai ser diferente aqui no Cruzeiro. O importante é manter a tranqüilidade. Sou um jogador experiente e no momento certo vai sair o gol, no momento certo vocês vão ver o Rivaldo que todos esperam. Não vou me impressionar com pressão."Embora esteja na liderança isolada do grupo 3 da Libertadores, com sete pontos ganhos (dois a mais que o Santos Laguna) em três jogos, a partida contra os mexicanos era considerada uma verdadeira final, já que apenas os primeiros colocados de cada chave passam automaticamente para a segunda fase do torneio.No Campeonato Mineiro, o Cruzeiro ocupa apenas a 9ª posição, sete pontos atrás do líder América-MG, que tem uma partida a mais.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.