Érico Leonan/saopaulofc.net
Érico Leonan/saopaulofc.net

Fato raro no Brasileirão, São Paulo 'ideal' pega o Sport no Recife

Aguirre tem todas as possíveis peças titulares à disposição, algo que quase não se viu nas 17 rodadas anteriores

Renan Cacioli, O Estado de S. Paulo

12 Agosto 2018 | 06h00

Escalar o que tem de melhor no time titular neste Campeonato Brasileiro. Eis uma oportunidade rara para o técnico Diego Aguirre e que ele terá condição de aproveitar neste domingo, quando o São Paulo visita o Sport na Ilha do Retiro, a partir das 16h, pela 18ª rodada.

Os poucos desfalques – Rodrigo Caio e Régis, ainda sem condições de jogo, e Edimar, em recuperação de entorse no tornozelo esquerdo – não figuram no 11 inicial do uruguaio. Até aqui, nas 17 partidas anteriores do torneio, o comandante quase sempre teve ao menos um titular fora de combate, seja por lesão, suspensão ou algum outro motivo.

"Obviamente que, para o treinador, ter mais opção ajuda. Espero que isso se reflita dentro de campo com uma vitória", avisou Aguirre.

Logo na estreia, contra o Paraná, em 16 de abril, no Morumbi, o treinador decidiu abrir mão de dois então titulares (Arboleda e Petros) por conta do confronto diante do Atlético-PR, que seria disputado três dias depois, pela Copa do Brasil. Mas mesmo se tivesse optado por força máxima, não poderia contar com Diego Souza, em recuperação de uma amigdalite, e Reinaldo, baixa devido a um estiramento muscular.

Reinaldo não se recuperou a tempo de enfrentar o Ceará, em Fortaleza, e o Fluminense, no Rio, pelas duas rodadas seguintes. A partir do duelo com os cariocas, aliás, Aguirre já não tinha à disposição Rodrigo Caio, que lesionou o pé esquerdo na partida anterior. O zagueiro era titular e estava cotado até para ser convocado por Tite para a Copa do Mundo da Rússia. Nunca mais jogou pelo São Paulo e, atualmente, em recuperação da cirurgia a que teve de se submeter, tornou-se a quarta opção para a posição. 

Suspensões, lesões e convocações como a de Cueva para a seleção peruana impediram o treinador são-paulino de pensar na escalação inicial com todas as possíveis peças principais do seu tabuleiro. Uma exceção aconteceu no primeiro jogo após o Mundial russo, diante do Flamengo. Ali, Rodrigo Caio já não poderia mais ser considerado um titular, dado o longo período ausente. Os demais desfalques foram Lucas Fernandes (suspenso) e Bruno Peres (recém-contratado, ainda aprimorava a forma física).

"Independentemente de quem jogue, o mais importante é que todos os jogadores já entenderam a forma da equipe atuar", afirma o técnico uruguaio, tentando minimizar a importância de ter, diante do Sport, neste domingo, um São Paulo completo.

Confira as ausências no time a cada rodada:

1ª rodada: São Paulo 1 x 0 Paraná (16/4)

Arboleda, Liziero, Petros e Tréllez não foram relacionados por opção da comissão técnica; Diego Souza se recuperava de amigdalite; e Reinaldo ficou fora com estiramento muscular.

2ª rodada: Ceará 0 x 0 São Paulo (22/4)

Reinaldo seguiu fora devido à lesão muscular na coxa esquerda; o goleiro Jean (amigdalite), além do atacante uruguaio Gonzalo Carneiro (trabalho de reforço muscular) também não reuniam condições de jogo.

3ª rodada: Fluminense 1 x 1 São Paulo (29/4)

Aguirre não teve Reinaldo e Rodrigo Caio, além de Gonzalo Carneiro.

4ª rodada: São Paulo 2 x 2 Atlético-MG (5/5)

Baixas de Rodrigo Caio e Gonzalo Carneiro.

5ª rodada: Bahia 2 x 2 São Paulo (13/5)

Além da dupla acima, ficaram fora Anderson Martins (trauma na coxa esquerda), Cueva (liberado para acompanhar o nascimento do filho), Diego Souza (edema na coxa esquerda), Morato (entorse no tornozelo esquerdo) e Liziero (desgaste físico).

6ª rodada: São Paulo 1 x 0 Santos (20/5)

Rodrigo Caio, Cueva (seleção peruana), Morato e Gonzalo Carneiro não estavam à disposição.

7ª rodada: América-MG 1 x 3 São Paulo (27/5)

A Rodrigo Caio, Cueva, Carneiro e Morato se uniu Anderson Martins, suspenso.

8ª rodada: São Paulo 3 x 2 Botafogo (30/5)

Éder Militão e Hudson (suspensos) fizeram companhia à turma dos lesionados.

9ª rodada: Palmeiras 3 x 1 São Paulo (2/6)

Desta vez, Bruno (dor na perna esquerda) foi para o Reffis ao lado de Rodrigo Caio, Edimar, Morato e Gonzalo Carneiro.

10ª rodada: São Paulo 0 x 0 Internacional (5/6)

Bruno Alves e Nenê estavam suspensos. Além disso, o plantão médico contou com Hudson (contratura na coxa direita). E Valdívia, por questões contratuais, também não pôde jogar.

11ª rodada: Atlético-PR 0 x 1 São Paulo (9/6)

Rodrigo Caio, Edimar, Bruno e Carneiro no DM, Cueva na seleção, Valdívia em negociação...

12ª rodada: São Paulo 3 x 0 Vitória (12/6)

Quando Aguirre parecia perto de ter força total, Militão (amigdalite) foi cortado do jogo em cima da hora.

13ª rodada: Flamengo 0 x 1 São Paulo (18/7)

Desta vez, sim, o time teve uma formação completa. Rodrigo Caio ainda estava fora, mas sua condição de titular não fazia mais sentido.

14ª rodada: São Paulo 3 x 1 Corinthians (21/7)

Sidão, Araruna e Everton (suspensos) e Jucilei (estiramento na coxa esquerda) deram nova dor de cabeça ao treinador.

15ª rodada: Grêmio 2 x 1 São Paulo (26/7)

Jucilei seguiu fora de ação.

16ª rodada: Cruzeiro 0 x 2 São Paulo (29/7)

Éder Militão, Arboleda e Hudson (suspensos pelo terceiro cartão amarelo) foram as ausências junto com Jucilei.

17ª rodada: São Paulo 2 x 1 Vasco (5/8)

Anderson Martins (suspenso) impediu a formação ideal tricolor.

Do outro lado

Claudinei Oliveira ganhou reforços importantes para enfrentar o São Paulo. Rogério e Michel Bastos se recuperaram antes do previsto e estarão à disposição. Mas quem tem retorno assegurado é o atacante Rafael Marques.

Desde a retomada da competição, após a Copa do Mundo, o Sport ainda não conseguiu vencer: são quatro derrotas e um empate recente com a Chapecoense.

FICHA TÉCNICA

Sport: Magrão; Cláudio Winck, Ronaldo Alves, Ernando e Sander; Deivid, Fellipe Bastos e Gabriel; Rogério, Rafael Marques e Carlos Henrique. Técnico: Claudinei Oliveira.

São Paulo: Sidão; Bruno Peres, Arboleda, Anderson Martins e Reinaldo; Hudson, Liziero (Jucilei), e Nenê; Rojas, Everton e Diego Souza. Técnico: Diego Aguirre.

Juiz: Anderson Daronco (RS).

Local: Ilha do Retiro.

Horário: 16h.

Na TV: Globo.

 

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.