Favorito, Corinthians goleia e avança com facilidade na Copinha

Equipe arrasa Grêmio Barueri por 4 a 0, conquista a terceira vitória em três jogos no Grupo W e mantém os 100% de aproveitamento

Glauco de Pierri, O Estado de S. Paulo

10 de janeiro de 2015 | 23h06

O Corinthians, maior campeão da Copa São Paulo de Futebol Júnior com oito títulos, confirmou o favoritismo e passou com facilidade pela primeira fase da competição. Na noite deste sábado, mesmo podendo perder por 2 a 0 que ainda sim se classificaria, a equipe goleou o Grêmio Barueri por 4 a 0, conquistando assim sua terceira vitória em três jogos no Grupo W, mantendo os 100% de aproveitamento no torneio. Agora, o time espera a definição de seu adversário na segunda fase - o jogo será na quinta-feira às 21h, contra o terceiro melhor segundo colocado entre todos os 23 grupos da Copinha.

A partida começou morna, em um jogo de muita marcação. As duas equipes apenas trocavam passes, com poucas jogadas de ataque mais agudas. Desta forma, como nos outros jogos, o maior destaque era a presença e a cantoria da torcida corintiana, que foi em grande público à Arena Barueri, na Grande São Paulo.

A primeira chance do Corinthians surgiu aos 12 minutos, quando Gustavo Tocantins avançou pela direita do ataque e cruzou para Matheus Cassini. Ele bateu de direita, mas o goleiro Wanderson defendeu. Depois disso, apesar da equipe Alvinegra dominar as ações, mais uma vez a partida ficou truncada. O Barueri se preocupava muito mais em se defender do que atacar e dificultava a vida dos atacantes corintianos.

A solução para a barreira do Barueri surgiu aos 24 minutos, quando o Corinthians abriu o placar com um belo gol. De seu campo defensivo, o lateral-direito Rafael Augusto fez ótimo lançamento dentro da área para Gabriel Vasconcelos. Ele recebeu nas costas da zaga do Barueri e bateu de primeira para abrir o placar - foi o seu segundo gol na Copinha.

Como só a vitória interessava ao Barueri, o time precisou sair de sua defesa. A primeira chegada ao ataque com mais intensidade só ocorreu aos 29 minutos, quando Jefferson passou pela marcação, avançou pela direita e bateu por cima do gol de Caíque França. Depois disso, o jogo se arrastou até o final da primeira etapa.

No segundo tempo, mais uma vez o Corinthians saiu para o ataque, com o Barueri tentando travar o jogo e procurando um contra-ataque. Só que antes mesmo dos 15 minutos o Corinthians aumentou o placar. Aos 14, Gustavo Tocantins recebeu ótimo passe de Gabriel Vasconcelos e tentou passar pelo goleiro Luis, mas errou. O zagueiro Davi afastou mal e Matheus Vargas entrou na área, driblou o arqueiro e só rolou para fazer o gol.

Depois disso virou festa. No ritmo da torcida, o Corinthians só tocava a bola e, nos buracos deixados pelo fraquíssimo sistema de marcação do Grêmio Barueri construiu sua goleada. Aos 17, Guilherme Arana roubou a bola no meio e tocou para Gabriel Vasconcelos avançar pelo meio da área sem marcação e tocar na saída do goleiro Luis, marcando seu terceiro gol no torneio.

Pouco tempo depois e saiu o quarto gol. Aos 21 minutos, mais uma vez Gabriel Vasconcelos saiu na cara do goleiro Luis, que conseguiu evitar o gol no chute do atacante, mas o rebote sobrou livre para Gustavo Tocantins, que bateu firme e marcou seu gol.

Após o quarto gol o jogo ficou arrastado. O Corinthians ainda teve um gol mal anulado por impedimento aos 37 minutos - seria o terceiro de Gabriel Vasconcelos no jogo. O Grêmio Barueri teve boa chance aos 41, quando Matheusinho recebeu bom lançamento na entrada da área, limpou seu marcador e bateu firme, mas a bola explodiu na trave esquerda.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.