Alexandre Vidal/Flamengo
Alexandre Vidal/Flamengo

Favorito, estrelado Flamengo estreia no Carioca sem Gabriel e Arrascaeta

Reforços, entretanto, serão apresentados à torcida rubro-negra durante duelo no Maracanã contra o Bangu, neste domingo

Redação, Estadão Conteúdo

20 de janeiro de 2019 | 13h21

Apontado como o principal favorito à conquista do Campeonato Carioca, o estrelado Flamengo, reforçado por Arrascaeta, Gabriel e Rodrigo Caio, inicia sua caminhada no torneio neste domingo, às 17 horas, contra o Bangu, no estádio do Maracanã.

Comandado por Abel Braga, o time rubro-negro quer voltar a conquistar o Carioca, do qual é o maior vencedor, com 34 taças, para manter a hegemonia no Rio e ganhar força nas outras competições da temporada. Neste ano, o Flamengo está no Grupo B, que também conta com Boavista, Botafogo, Cabofriense e Resende.

A equipe rubro-negra quer começar a temporada com título também para espantar a pecha de time que amarela na reta final das competições. Para isso, a diretoria investiu pesado e trouxe Arrascaeta e Gabriel pela técnica e poder de decisões dos dois jogadores ex-Cruzeiro e Santos, respectivamente.

"Independentemente do rival, o Flamengo entra com obrigação de ganhar o jogo. Investimento não significa que vai conquistar tudo. Entra 11 contra 11, somos todos seres humanos que cometem erros e acertos. Somos todos iguais. Investimento não entra dentro de campo", garantiu o volante Cuéllar, em tom de cautela.

Rodrigo Caio é o único dos três reforços que estará em campo. O zagueiro, que já estreou com a camisa do Flamengo da Florida Cup, nos Estados Unidos, foi confirmado por Abel Braga entre os titulares. Arrascaeta e Gabriel ainda não estão regularizados e, por isso e pela questão física, não têm data para estrear.

A ideia de Abel, considerando o numeroso e qualificado elenco que tem em mãos, é repetir a estratégia bem sucedida de Felipão no Palmeiras e montar dois times. A princípio, Rodrigo Caio estará no primeiro time, bem como o goleiro Diego Alves, reintegrado ao elenco neste ano.

"Com certeza, o time que jogar domingo não vai jogar na quarta. Vou fazer as minhas observações. Por exemplo, se passou com o Caio. Entrou para a gente ver como ele estava, porque ficou muito tempo sem jogar, ele surpreendeu de forma positiva por estar seguro. Está aí, escalado para o jogo de domingo é uma peça importante, que veio somar muito para nós", disse o treinador, no lançamento da competição, sexta-feira.

O grupo pode ganhar mais reforços. De olho no mercado, a diretoria não desistiu do atacante Bruno Henrique, do Santos, e também busca um zagueiro, após o insucesso na tentativa de trazer Dedé, do Cruzeiro.

ESPINHA DORSAL MANTIDA

O Bangu de 2019 tem inúmeras caras novas em relação ao time que fez uma boa campanha no Carioca do ano anterior. No entanto, a espinha dorsal da equipe está mantida. Célio Gabriel, Michel, Marcos Júnior e Anderson Lessa são os homens de confiança do técnico Alfredo Sampaio. Conhecido do futebol carioca, Felipe Adão, filho do ex-jogador Claudio Adão, é uma das novidades da equipe para a atual temporada.

 

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.