Christophe Ena/ EFE
Christophe Ena/ EFE

Favorito, Roglic vence a quarta etapa da Volta da França; Alaphilippe segue líder

Ciclista assumiu a liderança no sprint final quando faltavam 200 metros para a chegada e sustentou a ponta até o fim

Redação, O Estado de S.Paulo

01 de setembro de 2020 | 17h23

Um dos favoritos ao título da Volta da França em 2020, o esloveno Primoz Roglic mostrou nesta terça-feira sua força ao vencer a quarta etapa da mais tradicional prova de ciclismo de estrada do mundo. No trecho de montanha de 160,5 km entre as cidades de Sisteron e Orcières-Merlette, o ciclista da equipe Jumbo Visma assumiu a liderança no sprint final quando faltavam 200 metros para a chegada. E sustentou a ponta até o fim, apesar do ataque do seu compatriota Tadej Pogacar, da equipe Emirates.

O pódio da etapa, que 16 ciclistas com o mesmo tempo do vencedor - 4h07min47s -, foi completado pelo francês Guillaume Martin, da Cofidis, que ficou à frente do colombiano Nairo Quintana, da Arkea. O também francês Julian Alaphilippe segue como o dono da camisa amarela, na liderança geral, ao chegar nesta terça-feira na quinta colocação. Outro grande favorito na Volta da França, o colombiano Egan Bernal, da Ineos, terminou na sétima posição.

Com o resultado, Alaphilippe segue em primeiro lugar com 18h07min08s, quatro segundos à frente do britânico Adam Yates, da Mitchelton, e 10 segundos de vantagem para Primoz Roglic. Campeão de 2019, Egan Bernal está em sexto, 17 segundo atrás do líder.

Na briga pela camisa verde (classificação por pontos), o eslovaco Peter Sagan, superastro do ciclismo, segue em primeiro lugar ao lado do irlandês Sam Bennet, da Quick Step, com 83 pontos.

Nesta quarta-feira, a quinta etapa será entre Gap e Privas, percurso com chegada em montanha suave, não categorizada. Há a possibilidade de vitória de algum ciclista da fuga, mas o favorito é Wout Van Aert, belga da Jumbo VIsma que é especialista em etapas com grau de dificuldade médio.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.