Reuters
Reuters

FC Seoul recebe multa inédita após utilização de bonecas sexuais em arquibancadas

Clube da capital sul-coreana terá que pagar R$ 450 mil por "por causar sérios danos à imagem da competição"

Redação, O Estado de S.Paulo

22 de maio de 2020 | 10h27

A K-League, organização responsável pela primeira divisão do Campeonato Sul-Coreano, multou o FC Seoul em 100 milhões de wones (R$ 450 mil), na última quarta-feira (20), pela utilização de bonecas sexuais em suas arquibancadas. Essa é a maior multa já aplicada pela entidade, que responsabiliza o clube por “causar sérios danos à imagem e integridade” do torneio, além de ofender seus torcedores. As bonecas foram colocadas como forma de substituir os torcedores, já que as partidas estão sendo realizados com portões fechados, por causa do coronavírus.

As bonecas foram utilizadas durante o confronto contra o Gwagju, realizado no último domingo (17), na qual o clube da casa venceu por 1 a 0. Elas foram contratadas com o intuito de amenizar a ausência de torcedores, imposta pelas novas diretrizes da competição, para evitar a propagação do novo coronavírus (covid-19) entre os presentes na realização das partidas.

O FC Seoul já havia pedido desculpas após adeptos reclamarem em suas redes sociais e alegou desconhecer que os artigos tinham conotações sexuais, já que, a princípio, foram contratados como “manequins premium”. De acordo com o clube, não houve análise do histórico da empresa contratada.

“Lamentamos sinceramente que tenhamos criado uma situação desconfortável para os nossos torcedores. Garantimos desde o início que essas bonecas não tinham nada a ver com brinquedos sexuais”, explicou, em comunicado.

Na ocasião, os "manequins premium" portavam cartazes de apoio à equipe e, algumas, carregavam placas com referências a sites de conteúdo sexual. Todas estavam vestidas com roupas oficiais do FC Seoul. Após cerca de dois meses suspenso em razão da covid-19, o futebol sul-coreano foi retomado, na última sexta-feira (08) e encaminha-se para sua terceira rodada, após o reinício. 

Tudo o que sabemos sobre:
futebolcoronavírus

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.