Febre adia cirurgia de Di Stéfano

Alfredo Di Stéfano, presidente dehonra do Real Madrid internado no hospital La Fe de Valência após tersofrido um infarto agudo na madrugada de sábado, teve febre nesta segunda-feira, o que provocou o adiamento da sua cirurgia de ponte de safena. O ex-jogador apresentou quadro febril na madrugada e, segundo os médicos do centro hospitalar, teve sua situação desestabilizada, com arritmia. Por isso, os especialistas decidiram adiar a operação de ponte de safena prevista para hoje. "Hoje à noite a situação se colocou um pouco difícil, muitolimite", confessou o doutor Anastasio Montero, chefe do serviçocoronário do hospital, que apesar de tudo mostrou otimismo aoassegurar que o paciente tinha melhorado pouco tempo depois.

Agencia Estado,

26 de dezembro de 2005 | 14h47

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.