Wolfgang Rattay/Reuters
Wolfgang Rattay/Reuters

Federação alemã bane 88 torcedores do Borussia Dortmund dos estádios

Organizadas do clube alemão têm demonstrado comportamento mais agressivo que o comum

Estadão Conteudo

16 Fevereiro 2017 | 16h38

A Federação Alemã de Futebol (DFB) decidiu banir dos estádios do país 88 torcedores do Borussia Dortmund, nesta quinta-feira. Eles foram acusados de atuar com intenção de praticar violência no confronto do clube diante do Darmstadt, no último sábado, fora de casa, pelo campeonato nacional.

No fim de semana, a polícia do estado de Hessen parou dois ônibus com torcedores do Dortmund para revistá-los. Nos veículos, foram encontrados materiais que poderiam ser utilizados em confrontos, como sinalizadores, luvas para combate, balaclavas, analgésicos e drogas, além de bandeiras do Darmstadt.

O chefe de segurança da DFB, Hendrick Grosse Lefert exaltou a rapidez da entidade para lidar com a questão. "Esta rápida decisão, tomada em consulta próxima com o Borussia Dortmund, é um outro sinal claro de luta contra a violência em jogos de futebol", considerou. A DFB explicou que a punição tem efeito imediato diante do "risco específico da situação".

Parte da torcida do Dortmund tem causado diversos problemas para o clube nos últimos tempos. Na próxima partida em casa, diante do Wolfsburg no sábado, pelo Campeonato Alemão, a equipe terá que atuar com parte do seu estádio, a popular "Muralha Amarela", com capacidade para quase 25 mil pessoas, fechada. A punição foi aplicada após confusões nas partidas contra Mainz, Hoffenheim e RB Leipzig.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.